updated 8:01 PM BRST, Oct 23, 2017
Terça-Feira, 24 de Outubro de 2017

ANP vende duas áreas petrolíferas do Rio Grande do Norte

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP – vendeu no dia 11 de maio duas áreas petrolíferas com acumulações maduras situadas no Rio Grande do Norte: os campos de Noroeste do Morro do Rosado (Areia Branca) e o de Iraúna (Mossoró/Serra do Mel).

O primeiro, foi arrematado pela Ubuntu Engenharia e Serviços, por R$111 mil, enquanto o segundo foi adquirido pela Imetame, por R$ 70 mil. Os dois campos integraram a 4ª rodada de licitações da ANP, que ofertou um total de nove áreas, em três estados, sendo que oito foram arrematadas, com seis empresas vencedoras.

De acordo com o Boletim Anual de Reservas da ANP (2015), os volumes originais in situ de petróleo e gás natural nas duas áreas chegam, respectivamente, a 1,1 milhão de barris e 3,2 milhões de m³ em Noroeste do Morro do Rosado, e 8,17 milhões de barris e 17 milhões de m³, em Iraúna.

Segundo conceitua a ANP, “áreas inativas com acumulações maduras abrangem concessões com descobertas conhecidas de petróleo e/ou gás natural onde não houve produção ou a produção foi interrompida por falta de interesse econômico”.

Além do Rio Grande do Norte, com dois campos, os estados que tiveram áreas leiloadas pela ANP nesta 4ª rodada foram a Bahia, com quatro, e o Espírito Santo, com duas. O total arrecadado em bônus de assinatura foi de R$ 7.977 milhões, sendo que o campo arrematado pelo maior valor foi o de Itaparica (BA), vendido por R$ 5.710 milhões.

Via SINDIPETRO-RN, com informações da ANP

Mídia