updated 9:24 PM CDT, Jun 19, 2018
Terça-Feira, 19 de Junho de 2018

Eleito pelos trabalhadores abre mão de voto no CA

O Conselheiro de Administração, Christian Queipo, eleito pelos trabalhadores da Petrobrás, mostrou que está do lado do golpe ao abster seu voto sobre a nomeação de Ivan Monteiro, para o cargo efetivo de CEO da empresa. Ao abrir mão do voto, que é de todos os trabalhadores, é concordar com a escolha do governo de Mishell Temer, uma vez que a indicação do nome de Ivan foi primeiramente feita pelo Ministério de Minas e Energia, pela União ser o acionista majoritária.

Além disso, em sua justificativa Queipo deixa claro que concorda com a política de vendas de ativos, no qual o atual presidente da Petrobrás está a frente desde sua entrada na empresa, quando diz que “esta apreciação do conselheiro de forma alguma deixa de reconhecer o bom trabalho que, como Diretor Financeiro, o Sr. Ivan Monteiro realizou na arrumação das contas da empresa e, particularmente, no refinanciamento de passivos e alongamento do perfil da dívida da companhia”.

A Federação Única dos Petroleiros discorda completamente deste posicionamento de um Conselheiro que deveria representar os interesses dos trabalhadores e não da direção golpista da empresa. Vale lembrar que Christian Queipo faz parte do grupo dos trabalhadores que formam os Sindicatos não filiados à FUP e que apoiaram o golpe desde seu início, pedindo fora todos.

[FUP]

Mídia