Petroleiros do Paraná e Santa Catarina ampliam luta por efetivos e pela campanha reivindicatória

Quinta, 27 Outubro 2011 22:00
Os trabalhadores dos terminais da Transpetro também aderiram a mobilização iniciada na Repar...

Sindipetro PR/SC

As assembleias realizadas entre quarta (26) e sexta-feira (28) nas unidades do Sistema Petrobrás no Paraná e em Santa Catarina aprovaram o caráter imediato de greve por tempo indeterminado, como já acontece na Repar, em Araucária, onde não houve necessidade de nova assembleia.

A ideia é estender às demais unidades a Operação PT Única, que consiste em liberar apenas uma Permissão de Trabalho por vez, conforme a urgência do serviço, e promover atrasos e paralisações a qualquer momento. 

As consultas à categoria também debateram questões relativas às negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2011/2013, como o indicativo da FUP de greve nacional a partir do dia 16 de novembro, caso a Petrobrás não atenda às reivindicações da categoria, e as paralisações “surpresa” que estão sendo feitas pela Federação.

 

Aderiram ao indicativo de greve do Sindicato os terminais Transpetro de São Francisco do Sul, Biguaçu e Itajaí, além da Unidade de Operações de Exploração e Produção do Sul, UO-SUL (Itajaí) e a Usina do Xisto (SIX), em São Mateus do Sul.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram