Petroleiros estão aprovando greve por tempo indeterminado a partir do dia 16

Domingo, 06 Novembro 2011 22:00
A FUP enviou nesta segunda-feira, 07, documento à Petrobrás, cobrando uma nova contraproposta até o dia 10

 Imprensa da FUP

Os trabalhadores do Sistema Petrobrás estão rejeitando nas assembléias a contraproposta apresentada pela empresa e aprovando greve por tempo indeterminado a partir do dia 16, com parada e controle de produção. A FUP enviou nesta segunda-feira, 07, documento à Petrobrás informando o resultado parcial das assembléias e cobrando uma nova contraproposta até o dia 10, conforme prazo estabelecido pelos sindicatos no Conselho Deliberativo. Clique aqui para ver o documento da FUP.

No Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba, as assembléias já foram concluídas e os trabalhadores rejeitaram a contraproposta da Petrobrás e aprovaram o indicativo de greve. Em Duque de Caxias e nas unidades do Paraná e Santa Catarina, a greve também já foi aprovada e os trabalhadores estão rejeitando nas assembléias a contraproposta da empresa. Nas demais bases da FUP, as assembléias prosseguem ao longo desta semana. Os resultados parciais no Norte Fluminense, Unificado-SP, Bahia, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Ceará e Amazonas apontam que os trabalhadores estão aprovando por ampla maioria a greve e rejeitando a contraproposta da Petrobrás.

Data da greve será definida no dia 11

Na próxima-sexta-feira, 11, a FUP e seus sindicatos voltam a se reunir no Conselho Deliberativo para apontar os próximos passos da campanha reivindicatória e definir a data de início da greve. Nas sete rodadas de negociação realizadas com a Petrobrás, a empresa desprezou as principais reivindicações sociais da categoria, principalmente, no que diz respeito à saúde e segurança, demonstrando que não se preocupa com vida, nem com a família de seus trabalhadores.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram