Conselho Deliberativo da FUP reúne-se sábado para avaliar proposta da Petrobrás

Quinta, 16 Setembro 2010 21:00
Os petroleiros continuam em estado de greve em todas as bases da FUP...

Imprensa da FUP

A direção colegiada da FUP se reuniu nesta quinta-feira, 16, para discutir a proposta apresentada pela Petrobrás e decidiu convocar para o sábado, 18, a reunião do seu Conselho Deliberativo. Composto por um representante de cada sindicato filiado e pela diretoria executiva da FUP, o Conselho avaliará a proposta salarial que a empresa apresentou à Federação no dia 15 e discutirá os próximos passos da campanha. A reunião será a partir das 9 horas, no Rio de Janeiro.

A proposta da Petrobrás mantém o IPCA (4,49%) como índice de reposição da tabela salarial e eleva de 6,4% para 9,36% o aumento sobre a RMNR, o que representa um ganho real entre 3,6% e 4,7%. A empresa também propõe alterações nas tabelas do Programa Jovem Universitário, cujo maior valor regional passa de R$ 540,00 para R$ 750,00 e o reembolso, de 30% para 60%. Além disso, a nova proposta aumenta a gratificação extraordinária de 80% para 100% sobre uma remuneração ou R$ 6.000,00, o que for maior.

Acesse aqui os demais pontos da proposta feita pela Petrobrás.

 Mobilizações 

Os petroleiros continuam em estado de greve em todas as bases da FUP e, seguindo as orientações dos sindicatos de intensificarem as mobilizações. Na quarta-feira, 15, os trabalhadores próprios e terceirizados do prédio administrativo da Petrobrás em São Paulo (Edisp) atrasam o expediente até as 10 horas da manhã. Na Replan, Recap e Regap, os petroleiros também fizeram mobilizações na quarta-feira. Em Pernambuco, os trabalhadores terceirizados do setor de segurança patrimonial do Terminal de Suape se mobilizaram na terça-feira, 14, em protesto contra atrasos de nove dias no recebimento de seus salários.

 

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram