Ganho real conquistado pelos petroleiros supera várias categorias

Sexta, 17 Setembro 2010 21:00
É o maior ganho real conquistado pelos trabalhadores do Sistema Petrobrás nos últimos anos...

 Imprensa da FUP

O ganho real de até 4,7% garantido pelos petroleiros na negociação com a Petrobrás, além de ser o maior dos últimos anos, está acima do que tem sido conquistado pelas demais categorias. Segundo levantamento do Dieese, 25% das negociações salariais do primeiro semestre deste ano garantiram mais de 2% de ganho real, tomando como base o INPC/IBGE. O estudo é baseado em 290 negociações coletivas acompanhadas pelo Dieese e revela que somente 4,5% dos acordos e convenções conquistaram ganhos reais entre 3,01% e 4% e apenas 1,7% das negociações resultou em reajustes entre 4,01% e 5% acima da inflação.

Neste segundo semestre, os metalúrgicos do ABC paulista já fecharam acordo com as empresas de autopeças, fundição, máquinas, eletrônicos, refrigeração, trefilação, laminação e equipamentos ferroviários, garantindo 9% de reajuste, o que equivale a 4,52% de ganho real, o maior dos últimos dez anos. Até este sábado, 18, a negociação continua com as montadoras e as empresas do Grupo 10 (lâmpadas, material bélico, equipamentos odontológicos, iluminação, etc), que estão resistentes em avançar no processo, levando os metalúrgicos ao estado de greve.

Já os bancários, após quatro rodadas de negociação, ainda continuam sem proposta dos banqueiros. A próxima reunião com a Fenaban (entidade patronal) será terça-feira, 22, quando a categoria realizará um dia nacional de luta pra pressionar os bancos a apresentarem uma proposta.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram