Petroleiros iniciam o XV CONFUP

Quinta, 04 Agosto 2011 17:15

A exibição de um vídeo sobre o pré-sal deu início à sessão de abertura do XV Confup, na noite de desta quarta-feira, 3, em Manaus. O primeiro a saudar os participantes do Congresso foi coordenador do Sindipetro-AM, sindicato anfitrião do evento, Acácio Viana. Ele lembrou da importância da realização de um Congresso dos Petroleiros na região Norte brasileira no ano em que o sindicato completa 50 anos de sua fundação.

A maioria dos discursos clamou pela a unidade nacional e pela a parceria entre movimentos sociais e categoria petroleira. O representante da CNQ, Cairo Correa, lembrou do momento de crise pelo qual o mundo está passado e os ataques que a classe trabalhadora vem sofrendo em relação aos seus direitos, sua saúde, segurança e diginidade. "Nessa hora não podemos esquecer dos trabalhadores terceirizados e a partir das resoluções desse congresso, dar um grande passo na valorização desses petroleiros" - afirmou Cairo.

A defesa dos terceirizados também esteve presente na fala do coordenador da FUP, João Antônio de Moraes."Nossa tarefa é organizar os trabalhadores terceirizados, que em breve chegarão em 1 milhão dentro do sistema Petrobrás" - comentou. Moraes também saudou a prsença de representantes de três sindicatos petroleiros que não participaram do último congresso no Espírito Santo: o recém fundado no Maranhão, o Sindipetro-RS que se refiliou à FUP e a delegação do Rio de Janeiro que conseguiu o referendo da base para refiliar o sindicato à Federação.

"No embate com o capital, só a nossa unidade nacional e organização poderá garantir mudanças históricas para a categoria e nosso país" - disse Moraes, que concluiu ao reafirmar que os recursos do pré-sal devem ser utilizados para estruturar o país. "Daqui há 50 anos quando o petróleo começar a decair como fonte de energia teremos um Brasil forte e estruturado".

Também fizeram parte da mesa o presidente da CUT-AM, Waldemir Santana; a representente regional do Dieese, Alessandra Calamouro, o representante do Instituto Paulo Freire, Alexandre Munch, o representante da CTB (Central das Trabalhadoras e Trabalhadores do Brasil), Divanilton; o representante da Petros, Newton Carneiro (diretor administrativo); o presidente do Icem, Sérgio Novaes; o presidente da Ubes, Yan Ivanovich; o representante do Movimento dos Atingidos por Barragens, Francisco Océlio Muniz; o presidente do PCdoB, Edilón Queirós, e o Senador e presidente do PT/AM, João Pedro.

O Confup acontece até o domingo, 7, e tem como tema “Unidade Fazendo História – Saúde e Segurança, Soberania e Sustentabilidade”. É a primeira vez que o evento é realizado no Norte do País. O objetivo é integrar ainda mais os trabalhadores e valorizar os petroleiros que atuam em um dos mais complexos pólos de produção e refino de petróleo e gás do país.

Após a abertura os congressistas participaram de um jantar e assistiram a um show folclórico da região.

 Acompanhe a cobertura do XV Congresso Nacional dos Petroleiros também pelo Twitter da FUP.

Última modificação em Segunda, 23 Julho 2012 17:51

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram