Mobilizações abrem na sexta (31) campanha salarial dos petroleiros

Sexta, 24 Agosto 2012 18:13
FUP

A FUP e seus sindicatos definiram na sexta-feira, 24, o calendário de luta da campanha salarial dos trabalhadores do Sistema Petrobrás, cuja pauta de reivindicações será apresentada à empresa no dia 31, com uma grande mobilização nacional. Os principais eixos da campanha serão o ganho real e o regramento das PLRs futuras. A FUP também cobrará a antecipação da inflação pelo ICV do período, cuja estimativa do Dieese gira em torno de 6%.

O seminário de planejamento da campanha foi realizado pela FUP com participação dos sindicatos, que, ao final do encontro, instalaram o Conselho Deliberativo, que referendou por unanimidade os encaminhamentos. Além da pauta econômica que será apresentada à Petrobrás e do regramento da PLR, a FUP também cobrará as pendências do atual acordo que ainda não foram implementadas pela empresa, bem como as reivindicações históricas, que têm reflexos econômicos para a categoria, como pagamento de todos os feriados trabalhados (extra-turno), inclusão de pai e mãe na AMS, extensão para os aposentados e pensionistas dos três níveis conquistados pela ativa nas campanhas de 2004, 2005 e 2006, entre outras.

A proposta da FUP é de que haja duas reuniões com a Petrobrás e subsidiárias para apresentação das reivindicações da categoria: uma na próxima sexta (31) e outra no dia 03 de setembro. Mobilizações nacionais irão marcar essas duas rodadas de defesa da pauta, com atos, atrasos e manifestações nas bases. No dia 05, os petroleiros se somarão ao Dia Nacional de Lutas, que levará às ruas do país as categorias que estão em campanha reivindicatória.

A FUP e seus sindicatos também definiram o dia 11 de setembro, como data limite para a empresa responder a pauta dos trabalhadores. Ao longo desta semana - de 11 a 14/09 - haverá mobilizações em todo país, com foco na cobrança de regras claras e democráticas para as PLRs futuras; e no dia 18, uma mobilização nacional dos trabalhadores do setor privado. A FUP também orienta os sindicatos a enviarem representantes para o III Encontro de Mulheres Petroleiras do Rio Grande do Norte, que será realizado no dia 22/09 e terá como tema "A condição feminina no setor petróleo". O Encontro será uma espécie de preparatório para o I Encontro Nacional das Mulheres Fupistas, que foi aprovado na III Plenafup.

CALENDÁRIO DE LUTAS APROVADO PELA FUP E SEUS SINDICATOS

31/08 e 03/09 -Reuniões com a Petrobrás e subsidiárias para defesa das reivindicações da categoria (pendências históricas e do ACT, pauta econômica e PLR futura).

05/09 - Dia Nacional de Mobilização em Brasília.

11/09 - Prazo para resposta da Petrobrás/subsidiárias.

11 a 14/09 - Semana de Mobilizações pela PLR Futura.

17/09 - Reunião do Conselho Deliberativo da FUP

18/09 - Dia Nacional de Luta dos Trabalhadores do Setor Privado.

22/09 - III Encontro de Mulheres Petroleiras do RN.

Categorias em luta vão às ruas no dia 05

Uma grande mobilização nacional convocada pela CUT para o próximo dia 05 levará às ruas do país a agenda da classe trabalhadora. Num cenário de intensas reivindicações de diversas categorias de trabalhadores, a mobilização será uma ação integrada para dar visibilidade às reivindicações do setor público e apontar os principais eixos das campanhas salariais deste segundo semestre. A mobilização integrará também o calendário de luta da FUP e de seus sindicatos na campanha salarial que começa esta semana.

Além de atos públicos e manifestações nas ruas do país, o Dia Nacional de Luta convocado pela CUT também levará ao Congresso Nacional, das Câmaras Municipais e Assembleias Legislativas os principais eixos e reivindicações que estão na ordem do dia dos trabalhadores, como o fim do Fator Previdenciário e da rotatividade no emprego, negociação coletiva do serviço público e a aprovação da Agenda do Trabalho Decente. Os trabalhadores cobrarão do parlamento maior agilidade na votação dos projetos sobre os diferentes temas, pela sua importância na melhoria das condições de vida e trabalho.

Última modificação em Sexta, 31 Agosto 2012 17:12

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram