Negociação com a Petrobrás começa nesta segunda, com mobilizações de 11 a 14

Domingo, 09 Setembro 2012 11:24

FUP

 

Na luta por ganho real, por critérios democráticos e justos para o pagamento das PLRs futuras e pela reposição imediata da inflação do período, os  petroleiros intensificarão as mobilizações nos próximos dias.  O prazo para a Petrobrás responder as reivindicações da categoria é terça-feira, 11. A empresa não aceitou o calendário proposto pela FUP, que teria duas rodadas para defesa da pauta dos trabalhadores no dia 31/08 e no dia 03/09. A Petrobrás postergou para a semana seguinte o início das negociações e agendou na segunda (10), a primeira reunião com a FUP.

Essa semana, portanto, será estratégica para os petroleiros. É fundamental intensificar as mobilizações entre os dias 11 e 14, seguindo o calendário de lutas apontado pela FUP e seus sindicatos no seminário de planejamento da campanha. A Semana de Mobilizações terá como foco principal a definição de regras claras, democráticas e justas para o pagamento e distribuição das PLRs futuras, uma luta da categoria que se arrasta há mais de quatro anos. Esse é um dos eixos da campanha salarial que foi deliberado pelos trabalhadores na III Plenafup.

Além do regramento das PLRs futuras, os petroleiros lutam por 10% de ganho real e querem que a Petrobrás antecipe já a inflação acumulada entre setembro de 2011 e agosto deste ano. O Dieese divulgou essa semana o ICV (Índice de Custo de Vida) do período: 6,18%.  Na pauta da categoria também estão o reescalonamento do ATS, a unificação do reembolso dos benefícios educacionais com base no maior valor pago pela Petrobrás, a revisão do enquadramento e do ATS dos anistiados, entre outras reivindicações.
Os petroleiros devem estar preparados para fazer valer suas reivindicações. Essa semana de mobilizações apontará o tom da campanha. É o momento de deixarmos claro para a Petrobrás a nossa capacidade de luta e de organização!

Última modificação em Segunda, 10 Setembro 2012 20:56

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram