Semana de Mobilizações agitou a categoria

Sexta, 14 Setembro 2012 00:00

 

FUP

Os petroleiros encerraram nesta sexta-feira, 14, a Semana Nacional de Mobilizações convocada pela FUP e seus sindicatos para intensificar a luta por um acordo com ganhos reais e que garanta regras justas para as PLRs futuras. Em São Paulo, uma grande mobilização na Replan contou com 100% de adesão dos trabalhadores, que atrasaram o expediente em duas horas. No Terminal de São Caetano do Sul, outra base do Sindipetro Unificado-SP, houve também atrasos de duas horas, com participação de todos os trabalhadores do turno e do administrativo.  Em Macaé, no Norte Fluminense, a mobilização foi realizada no Terminal de Cabiúnas, onde houve atraso de uma hora na entrada do turno.

Os petroleiros do Terminal de Suape (PE) também atenderam ao chamado da FUP e atrasaram em duas horas o expediente. Na Repar (PR), os trabalhadores atrasaram em uma hora a entrada do turno e do administrativo e seguiram em passeata da entrada da refinaria até o portão de acesso PV-1. Na Usina do Xisto (PR), Terminal de Paranaguá (PR), Terminal de São Francisco do Sul (SC) e Terminal de Itajaí (SC), foram feitas panfletagens.  Houve também mobilizações nesta sexta no Terminal de São Mateus (ES), na Fafen-BA e na Universidade Petrobrás de Salvador (BA).

As negociações com a Petrobrás começaram no dia 10 e prosseguem na terça-feira, 18. A empresa já atendeu à reivindicação de antecipação da inflação e pagará na folha de setembro o IPCA  acumulado nos últimos 12 meses (5,24%). Os petroleiros querem mais e seguem na luta por ganho real e uma proposta justa para regramento das PLRs futuras.

Na terça-feira, 18, o Conselho Deliberativo da FUP volta a se reunir para definir as próximas mobilizações.  Na quarta-feira, 19, os petroleiros participam do Dia Nacional de Mobilização dos Trabalhadores do Setor Privado e no dia 22 a categoria debaterá a condição feminina no setor petróleo, durante o III Encontro de Mulheres Petroleiras do Rio Grande do Norte, no dia 22, em Natal.

As mobilizações nos dias anteriores:

Quinta-feira (13) - houve atrasos nos embarques do Aeroporto de Campos para as plataformas da Bacia de Campos (NF); panfletagens na Refap (RS), atrasos de três horas no início dos expedientes da Recap e do Terminal de  Guarulhos (SP); atrasos no expediente da UTGC e da Fazenda São Rafael (ES): atraso de uma hora no expediente da Usina de Biodiesel de Montes Claros (MG); atrasos nos expedientes dos campos de Araçás, Bálsamo e  Buracica (BA).

Quarta-feira (12) - na Bahia, houve atrasos nos campos de produção de Santiago e Miranga; em Minas Gerais, as mobilizações foram na Termelétrica Aureliano Chaves; no Rio Grande do Norte, houve atrasos nos campos de Alto do Rodrigues e Estreito; no Espírito Santo, foram realizadas mobilizações na UTG-Sul e no Terminal Aquaviário de Vitória.

Terça-feira (11) - foram realizadas mobilizações no Amazonas, na Reman; em Minas Gerais, na Regap; e na Bahia, nas unidades da Transpetro, Petrobrás Biocombustível e UO Candeias.

Última modificação em Terça, 18 Setembro 2012 19:17

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram