Petrobrás descumpre prazo para acordo de efetivos, segurança e produção durante a greve

Segunda, 14 Setembro 2015 17:33

 

Mais uma vez, a direção da Petrobrás aposta no conflito. Dez dias após a FUP ter apresentado à empresa uma proposta de acordo para regulamentação da greve aprovada pela categoria, nenhuma resposta foi dada às representações sindicais.

 

No documento apresentado à Petrobrás e à Transpetro no dia 03 de setembro, a FUP estipulou prazo até o dia 12 para negociação com a empresa dos efetivos operacionais, cotas de produção, segurança dos trabalhadores e das instalações, bem como relações sindicais durante o período em que a categoria estiver em greve. O objetivo desta negociação garantir aos petroleiros durante a greve condições para atender às necessidades básicas da população, como prevê a Lei de Greve.

O silêncio da Petrobrás deixa claro sua recusa em negociar a regulamentação da greve, descumprindo o que prevê a legislação. 

Fonte: FUP

Última modificação em Segunda, 14 Setembro 2015 17:34

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram