Conselho Deliberativo da FUP só se posicionará sobre proposta da Petrobrás, após receber minutas do Termo Aditivo

Quarta, 18 Janeiro 2017 20:27

Diante da mentira divulgada pela Petrobrás em seu informe aos trabalhadores, afirmando que o reajuste de 8,57% está condicionado à implementação da sua proposta de redução da jornada com redução de salário, o Conselho Deliberativo da FUP foi suspenso e só se posicionará sobre o indicativo que será divulgado à categoria, após receber da empresa as minutas dos Termos do atual ACT e da Araucária Nitrogenados.

O posicionamento da FUP desde que a Petrobrás propôs alterar a jornada foi de que houvesse um amplo debate sobre isso na Comissão de Regime de Trabalho, de forma a preservar e a garantir os direitos dos trabalhadores.

Em momento algum da negociação, foi discutido com as direções sindicais qualquer tipo de condicionante em relação à essa questão ou à proposta de reajuste salarial. O que foi apresentado pelos representantes da Petrobrás na reunião desta quarta é o que está na carta de encaminhamento da proposta.

Em vídeo divulgado à categoria, o coordenador José Maria Rangel rebate as mentiras da empresa:

http://www.fup.org.br/galerias/videos/item/20533-conselho-deliberativo-da-fup-so-se-posicionara-sobre-proposta-da-petrobras-apos-receber-minutas-do-termo-aditivo

Última modificação em Quarta, 18 Janeiro 2017 20:45

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram