Pressão da categoria faz presidente da Petrobrás aceitar anistiar reflexos dos dias parados

Segunda, 30 Janeiro 2012 16:44 Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

FUP reúne-se com o presidente da Petrobrás e conquista o pagamento dos reflexos dos dias parados nas greves de 94 e 95

Reunido nesta sexta-feira (09/07), o Conselho Consultivo – formado pela direção da FUP e um representante de cada sindicato – avaliou que a Federação deveria voltar à Petrobrás e buscar, diretamente com o presidente da empresa, uma proposta mais linear de distribuição da PLR e uma proposta de anistia das punições referentes às greves de 94 e 95. Uma comissão da FUP, composta por representantes de todas as forças políticas, reuniu-se com o presidente José Eduardo Dutra e cobrou, ponto a ponto, uma resposta para todas as questões pendentes do acordo coletivo, além de uma proposta de distribuição linear da PLR.

Em relação à cobrança da FUP sobre a anistia das punições, o presidente da Petrobrás apresentou proposta de pagamento dos reflexos sobre os dias parados no que diz respeito às férias, gratificação de férias (gozo e pagamento), 13º salário e progressão do ATS. O compromisso assumido por José Eduardo Dutra é de que o pagamento seja efetuado ainda este ano, o mais rápido possível.

A FUP cobrou também que a paralisação de 24 horas do dia 08 de junho seja compensada pelos trabalhadores que aderiram à mobilização, o que foi aceito pelo presidente. A Gerência de RH estará agendando ainda esta semana reunião com a FUP para tratar especificamente desta questão. Todos esses pontos constarão de um termo aditivo ao atual Acordo Coletivo de Trabalho.

(Texto extraído do Informe FUP de 09.07.2004)

Ler 1583 vezes Última modificação em Segunda, 30 Janeiro 2012 21:15

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram