Acordo da FUP garante pagamento dos níveis aos aposentados e pensionistas no Plano Petros

Sexta, 08 Maio 2015 18:33

Em cumprimento ao acordo conquistado pela FUP e seus sindicatos, a Petros começou a pagar em março os níveis de 2004, 2005 e 2006, garantidos aos aposentados e pensionistas, que há mais de uma década lutavam por esse direito. Até abril, o pagamento já havia sido feito para 1.225 assistidos do Plano Petros, com valores retroativos a setembro de 2013. Na folha de maio, mais 1.864 aposentados e pensionistas serão contemplados.

Até o momento, a Petros recebeu 6.449 Termos de Adesão, dos quais mais metade já foi encaminhada para pagamento.  Estes primeiros beneficiados são os que aderiram ao acordo extrajudicial (administrativo). Segundo o conselheiro eleito Paulo César Martin, os níveis cobrados em ações que estão em andamento na Justiça e que não tiveram decisão definitiva serão pagos à medida que os acordos forem homologados nos processos. “Neste caso, os assistidos serão notificados por seus advogados e terão o prazo de 60 dias para analisarem a proposta e, caso concordem, assinarem a homologação”, explica o conselheiro.

No início de 2014, o Acordo de pagamento dos níveis conquistado pela FUP já havia beneficiado cerca de 3.000 aposentados e pensionistas, cujas ações na justiça já estavam em processo de execução, após transitadas em julgado. 

Fonte: FUP

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram