Conquistas da repactuação do Plano Petros: homologação do BPO pode ocorrer ainda em agosto

Sexta, 20 Agosto 2010 21:00

As gestões políticas da FUP foram fundamentais na agilização destes trâmites...

Imprensa da FUP

Falta pouco para que a Petrobrás ofereça o Benefício Proporcional Opcional (BPO) aos participantes do Plano Petros que repactuaram. A alteração no Regulamento do Plano, que cria o BPO, já foi aprovada pelo Dest e teve parecer favorável da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). As gestões políticas da FUP foram fundamentais na agilização destes trâmites. No último dia 12, o parecer favorável da Previc foi referendado pelo Conselho Deliberativo da Petros, apesar dos votos negativos dos conselheiros eleitos, que, mais uma vez, foram contra os interesses da categoria.

O BPO aguarda agora a homologação da Previc, cuja previsão é de que ocorra ainda em agosto. A partir de então, a Petrobrás já poderá oferecer o Benefício a partir do primeiro dia útil do mês subseqüente à homologação. O BPO é aguardado, ansiosamente, por pelo menos 15 mil participantes do Plano Petros, principalmente, os que ingressaram no plano após 1982 e recebem salários superiores ao teto do INSS. Portanto, o BPO é uma conquista importante e mais um benefício da repactuação do Plano Petros, que em breve será usufruído pelos participantes, apesar das ações levianas e irresponsáveis dos divisionistas, inclusive os conselheiros eleitos, que deveriam representar os interesses da maioria dos trabalhadores, mas que estão sempre na contramão da categoria.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram