Sindipetro-RN vai às ruas em apoio aos protestos em Natal

Segunda, 24 Junho 2013 13:40

Sindipetro-RN

O SINDIPETRO-RN foi às ruas com os petroleiros e demais membros da sociedade natalense para participar e apoiar o protesto da última quinta-feira, dia 20, que reuniu cerca de 50 mil pessoas, nas principais vias da Natal. A ideia é unir forças com o povo em busca da melhoria dos serviços públicos, redução tarifaria dos ônibus e do fim da corrupção.

Nessa batalha de tantas causas, é legítima, portanto, a presença de toda e qualquer organização e de suas bandeiras em defesa do Brasil - sindicatos, entidades não governamentais, inclusive partidos políticos - que, desde os primeiros protestos, participaram de assembleias e engrossaram a caminhada por justiça social, o que não significa que a adesão a esta luta seja recente.

Na verdade, a pauta de reinvidicações, hoje, em voga, permeou toda a história política dessas entidades. Não há, portanto, de se falar em divisão do movimento. Ao contrário, o atual momento remete à unidade. Para tanto, é preciso compreender que a sociedade se organiza e reivindica os seus direitos por meio da ação política e as Entidades Representativas são o caminho mais curto para levar ao Governo as demandas do povo.

Fóruns, congressos e outros instrumentos de luta já são consolidados por estes órgãos que tanto lutaram em momentos políticos marcantes e cruciais para o melhor desenvolvimento do Brasil. O chamamento à participação política é um apelo antigo do movimento social e a intolerância e a violência não podem reger a democracia, cuja conquista tanto custou à história brasileira.

Afinal de contas, a quem interessa a “despolitização” da população brasileira? É preciso aprender com a história que a apatia e o afastamento do povo das decisões políticas levam a momentos de obscuridade e restrição democrática, tal qual o da década de 60.

O SINDIPETRO-RN considera que, agora, é a hora e a vez de aprofundar a organização do movimento e melhor estruturar as tantas bandeiras e seguimentos da sociedade presentes nestes protestos. Em busca deste objetivo, novos passos precisam ser traçados.

Publicado em SINDIPETRO-RN

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.