Petroleiros participam de grande marcha na Paulista nesta quinta

Quarta, 24 Junho 2015 17:13

Os petroleiros saem às ruas da capital paulista, nesta quinta-feira (25.06), em protesto à retirada de direitos do trabalhador brasileiro e em defesa da Petrobrás. O ato, chamado de “Quinta-Feira Vermelha”, é organizado pelas centrais sindicais e movimentos estudantis, sindicais e sociais. A concentração está marcada para às 17h, em frente ao Masp, na Avenida Paulista.

Os organizadores pretendem reunir milhares de estudantes e trabalhadores de várias categorias, que sairão em uma grande marcha pelas ruas de São Paulo. “A luta é nossa resposta ao projeto do senador José Serra e aos ataques enfrentados pelo trabalhador brasileiro ”, afirmou Gustavo Marsaioli, coordenador da Regional Campinas do Sindipetro Unificado-SP (Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo).

Os petroleiros protestam, principalmente, contra o PLS 131, de autoria de Serra, que retira os 30% de participação da Petrobrás no pré-sal, favorecendo empresas estrangeiras, e acaba com a exclusividade da estatal na operação.

“Não podemos assistir calados à entrega do patrimônio brasileiro ao capital estrangeiro. Temos que ir à luta contra o entreguismo de Serra e sua corja”, declarou Marsaioli.

Pauta 

O ato será realizado contra a ofensiva das pautas conservadoras no Congresso Nacional, o ajuste fiscal do governo federal, estados e municípios e a PEC da Corrupção aprovada em primeira votação na Câmara, que legitima o financiamento empresarial de campanhas eleitorais.

Os trabalhadores também estarão nas ruas em defesa de um programa de reformas populares para o país, com a taxação de grandes fortunas, redução da jornada sem diminuição de salários e garantia dos direitos sociais.

 

Fonte: Sindipetro Unificado de São Paulo

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram