Assembleias na Replan aprovam pauta regional e mobilizações

Quarta, 03 Fevereiro 2016 15:49

Os trabalhadores da Replan recusaram a proposta de apoio e meia dobra apresentada pela empresa para viabilização do código 1052 e aprovaram a pauta regional e o início de mobilizações, caso as reivindicações não sejam atendidas. As assembleias de votação foram realizadas entre os dias 24 de janeiro e 1º de fevereiro.

Na semana passada, a direção do Sindicato enviou um ofício à gerência da refinaria, informando sobre o resultado das assembleias e solicitando o cumprimento do que foi estabelecido na negociação trabalhista. “O código 1052 é garantido em acordo coletivo como um direito, sendo imprescindível que seja assegurado o uso dos cinco códigos ao longo do ano. Diante disso, os trabalhadores não aceitarão regras que inviabilizem o cumprimento desse direito”, diz o texto.

O comunicado informa ainda sobre a pauta regional, que inclui 13 itens, entre eles, a viabilização do código 1052, folga compulsória após dobra de zero hora e redução de custos, com o corte de táxis para supervisores.

Os dirigentes sindicais alertam que haverá mobilizações, caso não haja um posicionamento da empresa sobre a pauta regional. “Aguardamos uma reposta da Replan ainda nesta semana, caso contrário iniciaremos atos de atraso, que podem culminar em movimentos de maior impacto, conforme foi deliberado nas assembleias”, afirmou o coordenador da Regional Campinas do Unificado, Gustavo Marsaioli.

Fonte: FUP

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.