Servi-San, prestadora de serviços da Replan, demite trabalhadores doentes

Terça, 29 Agosto 2017 14:25
Avalie este item
(0 votos)

A Servi-San, empresa contratada pela Petrobrás para realizar a limpeza e conservação da Replan, em Paulínia, já demitiu vários funcionários que se ausentaram do trabalho por estarem doentes. Mesmo apresentando atestado médico, os trabalhadores foram mandados pro olho da rua.

A prática insensata da terceirizada tem provocado apreensão entre os funcionários e, com medo de perder o emprego, muitos deles têm ido trabalhar doentes.
O caso chegou à direção do Unificado que, imediatamente, denunciou a conduta da Servi-San à gerência do contrato e solicitou que fossem tomadas providências. O Sindicato, entretanto, recebeu a seguinte resposta: “Não podemos fazer nada”.

Quando dá essa justificativa absurda, a gerência da Replan mostra que não quer se envolver com os problemas dos trabalhadores terceirizados. Se a empresa quisesse, ela poderia, sim, fazer alguma coisa. Aliás, a empresa não só pode como deve fazer. Para isso, basta exigir em contrato que certas atitudes das prestadoras de serviços não sejam permitidas. 
A direção do Unificado continua atenta a esses desmandos das terceirizadas e à falta de atitude da gerência, e tomará as providências cabíveis, em prol dos direitos dos trabalhadores.

Fonte: Sindipetro SP 

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram