Petrobrás: arrecadação dos trabalhadores sofre forte queda

Segunda, 27 Maio 2019 17:04

A arrecadação dos trabalhadores da Petrobrás para o Sindipetro Bahia teve redução de 94% em março, quando passou a ser executada a MP 873/19. A Medida Provisória do Governo Federal proíbe o desconto em folha das contribuições sindicais.

Dos 2.057 associados da ativa, apenas 104 (5,05%) pagaram as suas mensalidades através de transferência ou depósito bancário. O número subiu um pouco no mês de abril, quando houve contribuição de 368 associados (17,89%).

Em termos de arrecadação, é enorme o impacto para a entidade sindical, que vem lutando nos últimos anos contra a privatização da companhia e a retirada de direitos. Em 2019, o ritmo dos ataques vem se intensificando e, estrategicamente, o Governo asfixia o principal instrumento de resistência dos petroleiros.

Para se ter uma ideia, em fevereiro, quando a Petrobrás ainda estava repassando a mensalidade dos associados para o sindicato, a arrecadação foi de cerca de R$ 270 mil. No mês de março foram arrecadados apenas R$ 16.801,33 (6,22% do total). Em abril, a arrecadação foi de R$ 52.209,10 (19,33% do total), gerando um déficit acumulado de R$ 471 mil nos últimos dois meses. Dinheiro que está fazendo muita falta nesse momento economicamente e politicamente adverso para a classe trabalhadora.

Diante desse quadro, a direção do Sindipetro Bahia apela para que a categoria faça a sua contribuição mensal, inclusive das parcelas em atraso.

Atualmente temos duas formas para o pagamento das mensalidades:

• Depósito em conta bancária –

Caixa Econômica Federal
Sindicato dos Petroleiros do Estado da Bahia
CNPJ – 15.532.855/0001-30
Agência – 0064
Op – 013
Conta Poupança – 00051133-2

• Pagamento com cartão de débito, através de máquina, que será levada pelos diretores nas unidades da empresa.

Em relação ao depósito bancário, os associados podem verificar em seu último contracheque o valor que foi descontado. É esse valor que deve ser depositado na conta da Caixa Econômica (veja dados acima).

Em breve, serão disponibilizados formulários para que os correntistas da Caixa Econômica possam autorizar o débito em conta. Posteriormente, essa alternativa será estendida aos correntistas de outros bancos.

O Sindipetro adquiriu cinco máquinas de débito e crédito, que já estão nas mãos dos diretores da entidade, que vão circular em todas as unidades do Sistema Petrobrás na Bahia. Há ainda uma máquina na sede da entidade, no bairro de Nazaré.

Podem contribuir os associados e os não associados de todo o Sistema Petrobrás e do setor privado. Neste momento é muito importante que isso seja feito, inclusive pelos não associados. Entendemos que na situação atual a contribuição passa a ser um dever moral da classe trabalhadora.

ACT: vamos acabar com o jogo da direção da Petrobrás

Em reunião com a FUP e a FNP, no dia 22/05, a direção da Petrobrás apresentou uma contraproposta de ACT sem qualquer negociação com os sindicatos, invertendo a ordem do processo.

Nesse documento que, segundo a Federação “não dá para considerar como contraproposta”, a empresa retira vários direitos e visa acabar com o movimento sindical.

É claro que a categoria dará seu recado à gestão da empresa: não aceitaremos retrocessos.

[Via Sindipetro Bahia]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram