Sindipetro-NF convoca para assembleias virtuais: não filiados devem se inscrever em webinar

Quinta, 17 Dezembro 2020 16:43

Começam nesta sexta, 18, as assembleias para avaliar o indicativo do Conselho Deliberativo da FUP de aceitação da proposta de regramento da PLR. Para a Federação e seus sindicatos, as negociações levaram a avanços que resultaram em um novo modelo que supera em muito a primeira proposta da Petrobrás e subsidiárias — apesar de uma conjuntura política e econômica extremamente difícil para os petroleiros e a classe trabalhadora.

Os petroleiros e petroleiras não filiados terão de 17/12 a 18/12, das 8h às 17h para se inscrever em um webinar que começará às 19h. A participação dos não filiados neste webinar é pré requisito para participar da assembleia. Os aposentados e pensionistas não participam desse processo, já que a PLR é para trabalhadores da ativa.

Clique aqui e acesse o link para inscrição

Informações mais detalhadas sobre documentações necessárias para o kit voto, entre outras, estão disponíveis no edital de convocação em is.gd/edital_assembleiasplr .

Pautas

1 – Aprovação da proposta de regramento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).
2 – Aprovação de contribuição assistencial de 2%, durante quatro meses, em 2021.
3 – Aprovação de mobilização em defesa da vida, emprego e contra a privatização, em data e modalidade posteriormente definidas pela direção sindical.

Calendário

De 18/12, às 20h, até 21/12, às 20h
Votação online para filiados.

De 17/12 a 18/12, das 8h às 17h
Inscrição para webinar (pré-assembleia), obrigatória para os não filiados.

18/12, às 19h
Realização da webinar para os não filiados.

19/12, às 8h
Envio por e-mail do “kit voto”.

21/12 – das 9h às 12h, e de 14h às 16h
Recepção do “kit voto” dos não filiados, nas sedes do sindicato.

[Sindipetro-NF]

Publicado em SINDIPETRO-NF

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.