Nota da CUT-PR sobre o desaparecimento do jornalista Anderson Leandro da Silva

Terça, 16 Outubro 2012 14:36

CUT-PR

A Central Única dos Trabalhadores do Paraná (CUT-PR) vem a público somar-se com as inúmeras vozes que clamam por um esclarecimento rápido a respeito da situação do jornalista Anderson Leandro da Silva.

Ele desapareceu na última quarta-feira (10) quando partiu para Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba. Ele deslocou-se para o município a trabalho, produzindo materiais para a Quem TV, sua produtora, e desde então não foi mais visto.

O jornalista é um grande parceiro dos movimentos sociais, produzindo inúmeros materiais da imprensa alternativa, como a cobertura da violenta desocupação do bairro Fazendinha, em Curitiba, no ano de 2008, dando voz aos excluídos da grande mídia. A família pede informações de quem tiver pistas que possam ajudar a encontrar Anderson.

Na última vez em que foi visto ele vestia camisa azul e calça jeans; calçava sapatênis de couro marrom. O carro que Anderson Leandro dirigia era uma Renault Kangoo, placa AON 8615.

A mobilização de trabalhadores, trabalhadoras e dos movimentos sociais representa também o pedido por um rápido esclarecimento dos fatos, uma vez que até o momento não há pistas do paradeiro do jornalista.

Qualquer informação pode ser repassada para a Polícia pelos telefones (41) 3815-3000 ou 190.

Publicado em DIREITOS HUMANOS

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.