Petrobrás e União processam trabalhadores

Quarta, 13 Junho 2018 13:55

Na manhã desta quarta-feira, 13, a Federação Única dos Petroleiros recebeu do Oficial de Justiça um Mandado de Citação sobre o Dissídio Coletivo de Greve nº TST-DCG-1000376-17.2018.5.00.0000.

Em mais um golpe contra os trabalhadores, o processo referente a greve de advertência com prazo determinado de 72 h tem o objetivo de criminalizar e inviabilizar os movimentos sociais e sindicais. O Tribunal Superior do Trabalho que julgou a greve ilegal, atendendo aos desejos do golpe, aumentou, em menos de 24 horas do início do movimento, no dia 31/05, de R$ 500 mil para R$ 2 milhões a multa diária às organizações sindicais.

A Federação e seus sindicatos já ingressaram com o recurso cabível contra essa decisão.

De acordo com o coordenador geral da FUP, Simão Zanardi, a assessoria jurídica já está com a defesa pronta de forma preliminar. “No dia 15 estaremos reunidos no Rio de Janeiro com todas as assessorias jurídicas dos Sindicatos mais a assessoria da FUP para discutir os desdobramentos da greve. O TST impôs pesadas multas aos Sindicatos e agora chegou a hora da nossa defesa”. E completou: “vamos à luta, pois a resistência vai continuar”.

[FUP] 

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram