Petroleiros com Lula

Quinta, 16 Agosto 2018 15:56

Os petroleiros mais uma vez fizeram história, protagonizando um momento único no País: o registro coletivo da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência do Brasil. A coligação “’O Povo Feliz de Novo”, que reúne PT, PCdoB e PROS em torno da candidatura de Lula e Fernando Haddad, foi registrada na quarta-feira (15), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com o respaldo de cerca de 50 mil manifestantes que ocuparam Brasília para defender a inocência do ex-presidente e seu direito de disputar a eleição.  

“Entendemos que só um projeto popular e democrático, focado nos interesses do povo e na soberania nacional, pode mudar o destino do Brasil”, afirmou Simão Zanardi, coordenador da FUP, destacando que a eleição de outubro definirá os rumos da Petrobrás. “Ou vamos cair de vez no entreguismo e nas privatizações ou retornaremos para a soberania e a democracia”, alertou.

Cerca de 300 petroleiros participaram da mobilização em Brasília, com caravanas e representações de vários estados do país. Os trabalhadores se somaram à Marcha Lula Livre, que saiu do Estádio Mané Garrincha em direção ao TSE, cortando o Eixo Monumental.

Pela primeira vez na história do país, uma candidatura foi registrada coletivamente, com o respaldo de milhares de brasileiros e brasileiras. Ao lado da deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB), que integra a coligação “O Povo Feliz de Novo”, o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, ressaltou a singularidade e importância do ato político. “O registro da candidatura de Lula à presidência da República não é um ato de desobediência à lei e sim um ato de obediência ao povo e à Constituição Federal", afirmou.

Preso político desde 07 de abril na sede da Polícia Federal, em Curitiba, o ex-presidente lidera todas as pesquisas eleitorais. A última consulta feita pelo Vox Populi, entre os dias 18 e 20 de julho, revela que as intenções de voto em Lula aumentaram para 41% contra 39% registrado em maio. Já a soma de todos os outros adversários alcançou 29%.

“Vamos nos espalhar pelo Brasil para, nas ruas, no trabalho, nas redes sociais, mas, principalmente, olhando nos olhos das pessoas para lembrar que esse país um dia já foi feliz e que os mais pobres estavam contemplados no orçamento da União como investimento, e não como despesa”, conclamou Lula em carta à militância, que foi lida por Haddad durante a manifestação em frente ao TSE.

“Vamos dialogar com aqueles que viram que o Brasil saiu do rumo, estão sem esperança, mas sabem que o país precisa resolver o seu destino nas urnas, não em golpes ou no tapetão. Lembrar que com democracia, com nosso trabalho, o Brasil vai voltar a ser feliz”, ressaltou o ex-presidente, lembrando aos manifestantes que enquanto ele estiver preso, “cada um de vocês será a minha perna e a minha voz. Vamos retomar a esperança, a soberania e a alegria desse nosso grande país”, afirmou em um trecho da carta.

[FUP]

 

1a5bb621-d1cf-4c9c-bb9b-422bd9a96e8e
e86e3f10-6dc2-4ecf-98cf-58869a90d109
210e934e-2328-4fcd-b815-e83ec6bc59a9
894339a1-12e7-4f64-b16f-9916f2eb603d
230d86dd-d485-4d7d-b214-fca750616d2e
d5cba3c2-f074-469b-b8d0-1dad232cbafd
bd42ef0e-ca9b-4d0d-9be3-83fe5079249b
eb238352-f07f-4d27-b9b5-31327c672768
ef20db53-1012-4d4b-8d47-ce076f7ad906
dc85fe12-0038-4ca7-9467-5ee9bcb3cd60
1c2314fe-ca0b-4716-b898-e0e788d5ac83
61657008-699d-437d-879f-6ceb9ee1d24a
petroleiros-bsb-tse
2f110fb0-8496-4fde-a664-d80f4713727a
3816ec63-8532-4595-b8ea-648e18fbdc00
75d1184b-e434-46bd-8631-930ec3642763
83237f21-aa9e-4f3f-90d4-be7a331ac89b
d2e9e48d-f881-4e6f-a2f9-2e17fbdf3bd8
27167eff-33e8-478e-8352-c45fd85d0d1a
4710a0b8-952e-49a9-afc7-e00e9f2571c0
c5072348-dc15-4294-80d2-cf441ac45aa3
petroleiros-braslia-faixa-congresso
da817268-cac5-4ce0-8051-c17462c8c7e1
641d2a67-e1c4-4826-b231-8b77ee75b4be
c0ca22ca-0ade-479f-991b-50224d338032
4b7d022b-188b-43dc-bbcf-c04c9dc27c52
d3bbc399-e3e4-4906-9959-0344e9ab5d4a
36f6f811-06a7-411b-b81b-ff1f15e80de9
73358cdb-4d79-4d80-9bdf-2d9591947873
c8109555-1929-44a8-a1fd-d1ba0b9a2a29
03c3ebb5-eb6b-41aa-b788-04de4fbd0c68
83237f21-aa9e-4f3f-90d4-be7a331ac89b
ce478ad2-bf24-4eeb-87c1-82f291ddbed3
59651ba8-9e7c-476b-994e-852a33b89e88
d030c842-17a6-431f-8802-9d89a61bfdc6
cb967a16-0fc3-4449-a4a3-a2dfac5a3838
bcd329bf-5fc0-4010-b018-8ab1d95c404f
c8109555-1929-44a8-a1fd-d1ba0b9a2a29
67b11acb-8e1a-4e6d-a226-758c03099a6a
b20890a1-0a9c-47ad-844a-8123f2a7df12
ae482ae8-02ac-47d0-b191-00fee51f9fbc
9a4f746d-5692-4a4f-ac17-a0b57b22e83f
295be799-b57f-47d1-aef7-c1b2e6c0d6a4
b7d598cf-d5b4-43e4-a86b-6ba4a27b84cb
b727acd3-bbb7-4689-a29d-4ad3c8c6a130
91c15eef-b794-47fe-a302-b718d378e2f4
ae482ae8-02ac-47d0-b191-00fee51f9fbc
9a4f746d-5692-4a4f-ac17-a0b57b22e83f
295be799-b57f-47d1-aef7-c1b2e6c0d6a4

Última modificação em Quinta, 16 Agosto 2018 17:46

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram