Dois trabalhadores morrem em acidente com plataforma da Shell no Golfo do México

Terça, 02 Julho 2019 16:47

Duas pessoas morreram na plataforma de trenó Auger da Royal Dutch Shell em águas profundas no Golfo do México, na manhã de domingo (30/06), enquanto testavam equipamentos de segurança obrigatórios, informou a empresa nesta segunda-feira.

“Um outro ferimento que não ameaça a vida foi sustentado e esse indivíduo está sendo tratado em um hospital próximo”, disse a Shell em um comunicado enviado por email.

Um funcionário da Shell e um empreiteiro da Danos Inc, um fornecedor de serviços para campos petrolíferos, foram mortos durante um teste de rotina de lançamento de uma embarcação salva-vidas na plataforma localizada a 214 milhas ao sul de Nova Orleans, segundo o comunicado.

A plataforma continua em operação, disse a Shell. “Não houve impacto no meio ambiente e o ativo está estável e produzindo”.

A Auger começou a operar em 1994, no Golfo do México, como a primeira plataforma de “Tension leg” do mundo, ancorada no fundo do mar a 830 metros (2.720 pés) de lamina d’água.

A vida útil da plataforma foi prolongada em 2014, começou a operar no campo de Cardamomo, que pode produzir até 50.000 barris de óleo equivalente por dia, segundo o site da Shell.

 

A empresa informou que está cooperando com as autoridades federais, enquanto a empresa, a Guarda Costeira dos EUA e o Departamento de Segurança e Fiscalização Ambiental (BSEE) começam as investigações.

[Com informações de O Petróleo e Click Petróleo e Gás]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram