Petroleiros iniciam greve, com paralisações e doação de sangue

Segunda, 25 Novembro 2019 10:45

Os petroleiros amanheceram nesta segunda-feira, 25, mobilizados em diversas unidades do Sistema Petrobrás, denunciando os efeitos nefastos do desmonte da empresa. A greve por tempo determinado foi aprovada nas bases da FUP e teve início na madrugada com atrasos e cortes na rendição dos turnos em diversas unidades operacionais da Petrobrás.

Pela manhã, os trabalhadores de bases administrativas se somaram às mobilizações, que também envolvem ações solidárias incentivadas pela FUP, como doação de sangue nesta segunda, que é dia internacional do doador.

A greve prossegue até sexta-feira, 29, e não comprometerá as necessidades essenciais da população, pois não afeta o abastecimento de combustíveis. O objetivo é denunciar o aumento dos riscos de acidentes em função da redução drástica dos quadros de trabalhadores e das violações de normas de saúde, segurança e meio ambiente.  

Por empregos e segurança

As privatizações e o fechamento de unidades estão impactando diretamente os petroleiros, com planos de demissões e transferências em massa, sem qualquer negociação com a FUP e os sindicatos, o que fere o Acordo Coletivo de Trabalho.

Soma-se a isso, o aumento dos riscos de acidentes, em função da redução dos efetivos e do assédio por parte dos gestores, cujas metas para pagamento de bônus e concessão de vantagens incentivam o descumprimento de normas de saúde e segurança, o que viola o Acordo pactuado com os trabalhadores.

A sociedade também sofre com a privatização, pagando preços exorbitantes da gasolina, diesel e gás de cozinha, que irão disparar ainda mais com a venda de oito refinarias, que são responsáveis por metade de toda a produção de derivados de petróleo no país.


> Leia aqui a Carta Aberta à População


Onde estão tendo mobilizações?

As unidades do Sistema Petrobrás cujos trabalhadores estão realizando cortes na rendição dos turnos e atrasos, são: Refinaria Landulpho Alves (Rlam/BA), Refinaria Abreu e Lima (Rnest/PE), Terminal Aquaviário de Suape (PE), Refinaria de Manaus (Reman/AM), Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar/PR), Refinaria Alberto Pasqualini (Refap/RS), Araucária Nitrogenados (Fafen/PR), Refinaria Duque de Caxias (Reduc/RJ), Refinaria de Paulínia (Replan/SP), Refinaria de Capuava (Recap/SP), Fábrica de Lubrificantes do Nordeste (Lunor/CE), Temoelétrica Ceará, Terminal de Cabiúnas (Macaé/RJ).

Nas plataformas da Bacia de Campos e demais bases operacionais do Norte Fluminense, os trabalhadores estão aderido à Operação Emprego e Segurança, indicada pelo Sindipetro-NF para levantar irregularidades praticadas pela gestão da Petrobrás.

[FUP]

reduc-geral-greve
f6ca67cd-5624-48e2-8481-12513c2aa032
f5c6c127-c42c-45da-8bf5-ad10b48be048
c0fcc2b0-2fec-47d9-8e7d-af9d31db5f1c
92e633c6-9559-42fe-9769-445ef29b3ba0
86e4914c-2b91-4ae1-938a-5ff0f74ac21e
82ae60d3-2e4d-4f72-9bb1-c9693adb87ef
83b70949-1232-4fbb-b4aa-fa22d8e70369
aa132a9a-12c7-424a-8968-58bc57d736a0
a229fc83-750b-4bf2-b9e8-2200999cc8ea
4d1fb25c-ba9f-40d7-9f18-9a90f7335111
cc28d49c-126f-4927-8e51-07b14d750c13
98676a81-478e-48f8-bddc-88a26cd43edf
3693d5fe-1f4a-44ff-9c7e-842165aa3ddb
5dcb0125-e907-427f-ba24-ec8488113a86
11abc1b9-d606-4c96-8734-491ea6061848
reduc
doacao
5f38c742-c859-462e-ac9a-4f82cb356a28
e2051500-309d-44ff-b2b7-f4f2014d46bd
532513a9-2908-4e6a-b0e4-e58201607324
707bde5e-8389-4942-ad0a-412367e76612
babeb0db-cfaa-4c6c-9683-6108194e01a5
aee02f9b-3ab0-4fb1-aedf-62784d70f47c
7fb8af86-f599-421e-8156-148bc5bb0589
1a507300-6514-4bae-936e-cfde57327925
e35891c9-97c3-403a-b79a-0f1cc595e48b
298c15e0-97e9-4c1a-bdd5-e4832b4c7081
bfe12fa9-68c4-4247-8eb5-d92c6b18b33e
758baae8-0722-46e2-8a72-b72b17f714e1
a6b58b26-fff3-443c-bfc1-b22800fddf75
156e282e-9f95-4cce-abbb-dae5c5810253
36e4ee79-f46a-4c2e-9fce-6379d5801ae1
4fdb39ba-569c-4977-b3a6-b0bfe6a98620
8fd977d4-e98f-4701-83bf-1339af5faee2
fd0fcf1d-1d44-47d5-bb73-a8846b5f046f
0cb2c58d-c270-4103-931d-4b27e0a05163
a5ce78a2-9516-483d-a2f4-e77bd7e5c54f
4120c2ac-31d4-4530-9761-55796092267b
692c5c0b-f24b-4deb-ac82-f9b821d82de9
8c7acbf3-27fe-41d2-b21f-b6ae09dcfc7c
3d2a6581-5e76-485c-8c6a-842e20a9898f
REDUC-greve-11-19
caf9a979-6bb6-4725-85e9-4de405a6d3bd
84db96a8-e580-45fa-8004-90fbb7afe78e
c711135d-32ef-43ed-9c0f-ca18860831f1
8efce18e-78ff-4b90-b6c0-84b98a9b112c
8477b397-ecf1-46fa-b912-85be545541ac
522bf95b-9183-4ad7-aa96-51b9e4f73b60
9539ff57-b51d-4179-990e-7b78137ba565
RECAP-greve
4355cf0e-1225-49f3-b839-553c858889dc
26ff47b1-dd20-4c85-a253-9da5bc7301af-1

Última modificação em Segunda, 25 Novembro 2019 12:43

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram