Em greve, petroleiros vão ao Hemoba doar sangue

Segunda, 25 Novembro 2019 16:33

Muitos petroleiros e petroleiras foram ao Hemoba, em Salvador, na manhã dessa segunda-feira (25), para doar sangue, no primeiro dia de greve da categoria.

Eles atenderam ao chamado do Sindipetro Bahia e da FUP, que lançaram a campanha “Petroleiros doam sangue pela Bahia e pelo Brasil”. Essa é uma das várias ações solidárias que as entidades sindicais promovem durante a semana de 25 a 29/11, período em que acontece a greve dos petroleiros pelos empregos e segurança.

A geóloga Juliana Camurugy, que trabalha  no edifício Torre Pituba, onde funciona a sede administrativa da Petrobrás, foi uma das voluntárias que se dirigiram ao Hemoba. “O ato promovido pelo sindicato me motivou a realizar desejos antigos, de doar sangue e fazer o cadastro da medula óssea. Dei muito valor a essa iniciativa. É um ato que enobrece, uma questão de cidadania”.

Coincidentemente 25 de novembro é a data em que se comemora o dia nacional do doador voluntário de sangue.

Mas as doações de sangue não vão parar: ocorrem até a sexta-feira (29).

Como há muitas unidades do Sistema Petrobrás no entorno de Alagoinhas, a doação de sangue está acontecendo também nesse município.

 Critérios de doação

Estar em boas condições de saúde;

  • Pesar acima de 50 kg;
  • Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional: Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional,  Carteira de Trabalho e Previdência Social,  Carteira Nacional de Habilitação, – Passaporte
  • Ter entre 16 e 69 anos de idade, sendo que:

– Menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal

– Pessoas com mais de 60 anos só poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes dos 60 anos

Quantidade de doações

  • Homens: podem doar até 4 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 60 dias entre as doações.
  • Mulheres: podem doar até 3 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 90 dias entre as doações.

Recomendações para o dia da doação

  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
  • Não ingerir bebida alcoólica nas últimas 12 horas;
  • Não fumar por pelo menos 2 horas.

Impedimentos temporários

  • Se você estiver gripado, resfriado, com febre, espere 15 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Estar grávida;
  • Período pós-gravidez (90 dias para parto normal e 180 dias para parto cesariano);
  • Período de amamentação (durante os primeiros 12 meses);
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impede a doação);
  • Ter feito exames/procedimentos endoscópicos nos últimos 6 meses;
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis; aguardar 12 meses.

Impedimentos definitivos

  • Quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: hepatite B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II, Doença de Chagas e Sífilis;
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis.

Cuidados após a doação

  • Beber bastante líquido nas primeiras 24 horas e alimentar-se normalmente.
  • Não fumar nas primeiras 2 horas.
  • Não realizar esforço físico, esportes radicais ou atividade de risco.
  • Manter o curativo no local da punção por 4 horas;

Não fazer esforço com o braço em que realizou a doação

[Via Sindipetro Bahia, com informações da ascom do HEMOBA]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram