Em ato no Litoral Norte do RS, petroleiros denunciam impactos econômicos da saída da Petrobrás

Quinta, 28 Novembro 2019 17:52

Na manhã dessa quinta-feira (28), os petroleiros realizaram um ato, na ponte entre Imbé e Tramandaí, denunciado os prejuízos que serão causados à economia dos municípios do Litoral Norte com a saída da Petrobrás do RS. O Ato contou com a participação dos professores, servidores públicos e os prefeitos das cidades de Tramandaí, Luiz Carlos Gauto (PP) e de Imbé, Pierre Emerim (PT).

A categoria entregou panfletos aos moradores da região, alertando que a venda da Petrobrás vai impactar diretamente na vida de cada cidadão, com o aumento dos preços dos combustíveis, gás de cozinha, transporte e alimentos. Além disso, cidades como Cidreira, Imbé, Osório e Tramandaí perderão até 100% da arrecadação de royalties, que são pagos pela Petrobrás por utilizar petróleo nacional. Os royalties representam 18% da arrecadação de Imbé, por exemplo.

[Via Sindipetro-RS]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram