Termina domingo (05) prazo da Petros para suspender temporariamente parcelas de empréstimos

Sexta, 03 Abril 2020 17:22

A Petros estendeu em dois dias, até este domingo (5/4), o prazo para solicitação da suspensão temporária do pagamento das parcelas de empréstimo. Os participantes dos planos PPPS-P-R Pré-70 e PPSP-NR Pré-70 já tinham até domingo para fazer o pedido.

Quem não se manifestar até este domingo terá a prestação cobrada normalmente de abril a junho. É importante lembrar que participantes do PPSP-R e do PPSP-NR, que estão pagando equacionamento e já optaram pela suspensão temporária por seis meses no ano passado, não precisam se manifestar novamente, pois as cobranças já estão suspensas até o mês de junho.

Após solicitar a suspensão temporária, o participante não deve mexer no contrato até o dia 6 de abril. Qualquer movimentação contratual, como novação e refinanciamento, cancelará automaticamente o pedido de suspensão do pagamento das parcelas de abril, maio e junho. E, enquanto pelo menos um dos contratos estiver com a cobrança suspensa, o participante não poderá solicitar um novo empréstimo, nem refinanciar ou renovar qualquer contrato.

Durante os três meses de suspensão, o participante continuará tendo descontados no seu contracheque os valores referentes à taxa de administração do contrato e ao Fundo de Quitação por Morte, que variam de acordo com o plano. Os juros e a correção referentes ao período de suspensão do pagamento serão somados ao saldo devedor, seguindo a taxa prevista no contrato. Para verificar a taxa de administração, de juros e o FQM, o contrato deve ser acessado na Área do Participante, aqui no Portal Petros (Autoatendimento – Empréstimo – Condições contratuais). A suspensão temporária por três meses deve ser avaliada com cautela para que o participante defina se é realmente necessária.

Para pedir a suspensão temporária das prestações, é preciso acessar a Área do Participante, informando matrícula e senha. Quem tiver esquecido matrícula e/ou senha, deve clicar em "esqueci a matrícula" e/ou em "esqueci ou não tenho senha".

Na seção "Empréstimos", o participante deve clicar em "Solicitação de empréstimos", e, em seguida, "Suspensão temporária por 3 meses". Depois, deve selecionar o contrato e clicar em "Suspender". Caso tenha mais de um empréstimo, deve realizar este procedimento para cada contrato ativo. Em caso de dúvidas, deve acessar o chat online, pelo portal ou aplicativo, ou enviar mensagem para o "Fale conosco".

Participantes a partir de 70 anos ou sem acesso a canais digitais podem fazer a solicitação de suspensão pela Central de Atendimento (0800 025 35 45 ou 21 3529-5550, para ligações de celular), que está trabalhando em regime de contingência, nos dias úteis, das 8h às 12h. No sábado e domingo, não é possível solicitar a suspensão por telefone.

Acesse o Portal Petros sem dificuldades
O Portal Petros é compatível com todos os navegadores de internet. Mas a experiência é melhor no Internet Explorer e no Google Chrome. Caso você tenha alguma dificuldade para acessar o autoatendimento em um desses dois navegadores, que são os mais utilizados, tente excluir os históricos do seu navegador de internet. Para apagar os cookies, siga os passos abaixo:

Internet Explorer
1. Clique na engrenagem localizada no canto superior direito. Selecione Opções da Internet
3. Clique em Excluir
4. Selecione cookies, histórico e arquivos de internet
5. Clique novamente em excluir
6. Feche o navegador e abra novamente para que a atualização tenha efeito.

Google Chrome
1. Clique nos três pontinhos que ficam localizadas no canto superior à direita
2. Selecione a opção Histórico, depois Histórico novamente
3. Selecione a opção Limpar Dados de Navegação
4. Selecione as opções Histórico de navegação / Cookies e outros dados de site / Imagens e arquivos armazenados em cache
5. Clique em Limpar Dados de Navegação
6. Feche o navegador e abra novamente para que a atualização tenha efeito.

[Via Petros]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram