Petroleiros do setor privado denunciam queda nos benefícios durante a pandemia

Sexta, 03 Julho 2020 17:43

[Da imprensa do Sindipetro-NF]

O Sindipetro-NF tem recebido de petroleiros e petroleiras de algumas empresas do setor privado, não representados pela entidade, reclamações acerca de acordos celebrados com outras entidades sindicais que provocaram redução de salários e benefícios durante a pandemia da covid-19.

Entre os relatos, estão os de redução no percentual de sobreaviso dos funcionários offshore, de 20% para 10%, e redução no valor do vale alimentação (de R$ 407,00 para R$ 250,00 no caso de uma das empresas).

O NF, embora não represente formalmente estes trabalhadores, é solidário a estes petroleiros e, nas suas cobranças junto à Petrobrás, pauta com frequencia a pressão para que os contratos da companhia com as terceirizadas garantam condições salariais e de trabalho justas.

O sindicato tem denunciado que muitas empresas estão aproveitando do período de pandemia para rebaixar salários e benefícios, além de promover demissões, justamente em um momento crítico da humanidade, quando deveriam praticar de modo ainda mais acentuado a responsabilidade social que costumam divulgar nas suas peças de marketing.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram