“Transição energética nas petroleiras: experiências na Europa e no Brasil” é tema de webinário do INEEP

Terça, 20 Abril 2021 16:44

A “Transição energética nas petroleiras: experiências na Europa e no Brasil” é tema do webinário de hoje, 20, às 19 horas promovida pelo Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep) em seu canal no Youtube.

Os convidados para a conversa são os pesquisadores do Ineep, Ana Carolina Chaves e Rafael Rodrigues da Costa. Eles participaram de estudo do Instituto que conclui que o petróleo e o gás natural continuarão ocupando espaço privilegiado na matriz energética mundial nos próximos cinco anos, o que pode significar uma lenta transição para as fontes renováveis de energia.

O estudo foi elaborado para o IndustriALL Global Union, organização que representa 50 milhões trabalhadores em 140 países e pesquisou como as mudanças têm se refletindo no mercado de trabalho.

“No momento, o que se observa é que as empresas de petróleo têm um discurso muito mais agressivo do que suas ações em renováveis. Mesmo as empresas europeias, que são mais ativas na transformação energética, têm uma participação muito reduzida tanto em termos de investimentos, como em geração de energia renovável”, comenta o coordenador técnico do Ineep, Rodrigo Leão.

Serviço:

RAFAEL RODRIGUES DA COSTA
Mestrando em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo, é pesquisador visitante da UFBA e atualmente trabalha em pesquisas pela FESPSP.

ANA CAROLINA CHAVES CATÓLICO
Possui graduação em Engenheira de Petróleo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Engenharia Urbana pela Escola Politécnica (UFRJ), especialização em Meio Ambiente (COPPE/UFRJ) e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE/IBGE). Atualmente, atua como pesquisadora na área de Energia e Meio Ambiente.

Canal do Youtube do INEEP: https://youtu.be/MtPtGx1To-Y

Última modificação em Segunda, 17 Maio 2021 17:42
Publicado em Petróleo

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.