Conselho da Petrobras decide não dar justa causa a funcionários acusados de informação privilegiada

Quinta, 29 Abril 2021 12:52

O conselho de administração da Petrobras decidiu hoje não demitir por justa causa dois gerentes executivos que negociaram ações da estatal no período em que essas operações não são permitidas.

Os conselheiros julgaram que Claudio Costa, ex-gerente de RH, demitido há um mês, e Rodrigo Ugarte, gerente executivo de Suprimentos, ainda no cargo, mas que será demitido nos próximos dias não serão enquadrados em situação de justa causa.

Ugarte perdeu dinheiro com a negociação. Costa, que nega que soubesse que estava incluído no rol dos executivos proibidos de comprar ou vender ações da empresa naquela data e afirma que avisou à gerência de Relações com os Investidores sobre a transação no dia seguinte, ganhou cerca de R$ 25 mil. 

Via O Globo

Publicado em Sistema Petrobrás

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.