Fora Bolsonaro: Sindipetro MG convida petroleiros e petroleiras para atos de sábado

Quinta, 22 Julho 2021 15:49

Já são mais de 120 atos pelo “Fora, Bolsonaro” confirmados para o próximo sábado (24), em centenas de cidades do Brasil e no exterior. A pauta do dia nacional de mobilização é pelo impeachment já, contra o desemprego e a fome; pelo auxílio de R$ 600 até o fim da pandemia; vacina já para todos e todas e contra a reforma Administrativa e as privatizações.

O Sindipetro MG se soma às entidades que convocam o ato e reforça a importância de a categoria petroleira participar do ato. “A pandemia ainda não acabou. Mas ao mesmo tempo, o povo continua morrendo. A crise só piora, Bolsonaro testa as instituições, estão passando as reformas. O mal que esse governo faz está pior do que o vírus está fazendo com a sociedade, uma vez que o próprio governo trabalha para alastrar o vírus. Precisamos manter os cuidados, mas também garantir a luta”, afirma Alexandre Finamori, coordenador do sindicato.

A pauta da luta contra a privatização da Regap, contra a venda da PBio e em defesa da soberania nacional estará estampada em bottons e adesivos que os diretores levarão para o ato.

Em Minas Gerais, mais de 30 cidades já confirmaram a realização de atos no sábado. Confira aqui

Em Belo Horizonte, a concentração será na Praça da Liberdade, às 13h30. A manifestação será acompanhada por uma carreata, uma opção para todas e todos que não se sintam seguros em participar da passeata.

Fique atento às orientações de segurança:

Orientações de Segurança:

✅ Use máscaras N95/PFF2;

✅ Traga seu álcool em gel;

✅ Mantenha o distanciamento mínimo de 2 metros

E se você tiver algum sintoma, não vá às ruas, mas participe da mobilização pelas redes sociais.

[Da imprensa do Sindipetro MG]

Publicado em Movimentos Sociais

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.