Os petroleiros e petroleiras da Petrobras que ainda não votaram para o Conselho de Administração têm até às 23h59 deste domingo para garantir a participação nesta importante eleição.

É responsabilidade de toda a categoria eleger uma representação genuína dos trabalhadores no principal fórum de deliberação da empresa.

A eleição ganha uma importância ainda maior nesse momento em que os petroleiros realizam uma luta histórica contra o maior desmonte da história da Petrobrás.

“Quem representa os trabalhadores e as trabalhadoras da companhia no CA deve ter embasamento técnico, para questionar com argumentos sólidos e consistentes possíveis decisões que possam prejudicar a força de trabalho e também a Petrobrás”, afirma a geofísica Rosangela Buzanelli (1000), que conta com o apoio da FUP e de seus sindicatos na eleição para o CA da empresa. 

Com 33 anos de Petrobrás e experiências profissionais tanto na área operacional quanto na administrativa, Rosângela (1000) já passou por várias unidades da empresa e atualmente atua em Macaé. “Minha candidatura tem como um dos pontos centrais nossa participação no CA com informações qualificadas, tecnicamente precisas, para que possamos garantir as demandas dos trabalhadores e fortalecer a Petrobrás como a maior companhia do Brasil e vetor do desenvolvimento econômico e social do país”, explica.

:

Conheça suas propostas e ideia, acompanhando #Rosangela1000 nas redes sociais:

Facebook:

https://www.facebook.com/rosangelabuzanelli1000/

Instagram:

https://www.instagram.com/rosangela___1000/

[FUP]

Publicado em Sistema Petrobrás

Entre os dias 01 e 09 de fevereiro, os trabalhadores da Petrobrás terão a responsabilidade de eleger sua representação no principal fórum de deliberação da empresa, que é o Conselho de Administração. A eleição ganha uma importância ainda maior nesse momento em que a categoria luta contra o maior desmonte da história da Petrobrás.

“Quem representa os trabalhadores e as trabalhadoras da companhia no CA deve ter embasamento técnico, para questionar com argumentos sólidos e consistentes possíveis decisões que possam prejudicar a força de trabalho e também a Petrobrás”, afirma a geofísica Rosangela Buzanelli (1000), que conta com o apoio da FUP e de seus sindicatos na eleição para o CA da empresa.

Com 33 anos de Petrobrás e experiências profissionais tanto na área operacional quanto na administrativa, Rosângela (1000) já passou por várias unidades da empresa e atualmente atua em Macaé. “Minha candidatura tem como um dos pontos centrais nossa participação no CA com informações qualificadas, tecnicamente precisas, para que possamos garantir as demandas dos trabalhadores e fortalecer a Petrobrás como a maior companhia do Brasil e vetor do desenvolvimento econômico e social do país”, explica.

Conheça suas propostas e ideia, acompanhando #Rosangela1000 nas redes sociais:

Facebook:

https://www.facebook.com/rosangelabuzanelli1000/

Instagram:

https://www.instagram.com/rosangela___1000/

[FUP]

Publicado em Sistema Petrobrás

O petroleiro Felipe Homero Pontes (3000) disputará o segundo turno da eleição para a representação dos trabalhadores no Conselho de Administração da Transpetro. Com o apoio da FUP e de seus sindicatos, ele conquistou 551 votos, o que equivale a 42% dos trabalhadores que participaram da eleição.

A atual conselheira eleita, Fabiana Graça dos Santos, obteve 265 votos, o que representou cerca de 20% dos eleitores.

Ao todo, nove candidatos disputaram o primeiro turno da eleição, que ocorreu entre os dias 16 e 26 de janeiro, com a participação de 1.326 votantes. 

O segundo turno será realizado de 08 a 16 fevereiro.

A FUP parabeniza todos os petroleiros que participaram do processo eleitoral, ressaltando a importância da escolha de um representante que tenha compromissos de classe e uma atuação firme na defesa incondicional da Transpetro integrada ao Sistema Petrobrás. 

Por isso, defendemos a eleição de Homero 3000, Técnico de Operação da Transpetro, com passagens pelo Terminal Norte Capixaba (TNC) e Terminal Aquaviário de Barra do Riacho (TABR), ambos no Espírito Santo.

Bacharel em Engenharia Química e pós-graduado em Investimento e Mercado Financeiro, ele tem 37 anos, 13 deles dedicados à Transpetro. Sua luta é pela manutenção e fortalecimento da subsidiária, que está sob ameaça de desintegração e privatização.

 

Em 2017, Homero (3000) teve sua primeira experiência como candidato ao Conselho da Transpetro, quando ficou em terceiro lugar na disputa.

De lá pra cá, participou ativamente da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobrás e como membro da Brigada Petroleira das lutas contra a privatização do Sistema Petrobrás.

Em recente entrevista ao Sindipetro Unificado de São Paulo, Homero (3000) reforçou seu compromisso com a defesa incondicional da Transpetro como empresa do Sistema Petrobrás e a luta em prol dos interesses dos trabalhadores. Leia aqui

Conheça suas propostas, acessando as páginas da campanha no Instagram e no Facebook

[FUP]

 

Publicado em Sistema Petrobrás

Os trabalhadores da Transpetro têm até domingo, dia 26/01, para escolher seu representante no Conselho de Administração da empresa. A FUP e seus sindicatos apoiam o petroleiro Felipe Homero Pontes, da Transpetro do Espírito Santo, que concorre pelo número 3000.

Bacharel em Engenharia Química e pós-graduado em Investimento e Mercado Financeiro, Homero tem 37 anos, 13 deles dedicados à Transpetro. Sua luta é pela manutenção e fortalecimento da subsidiária, que está sob ameaça de desintegração e privatização.

O Conselho de Administração é o principal fórum de deliberação da empresa, o que faz da vaga dos trabalhadores um importante instrumento de luta contra a privatização da Transpetro. Por isso, é fundamental que os petroleiros elejam um conselheiro que de fato represente os interesses dos trabalhadores e que tenha como eixo o embate contra a desintegração do Sistema Petrobrás.

Homero (3000) é Técnico de Operação, com passagens pelo Terminal Norte Capixaba (TNC) e Terminal Aquaviário de Barra do Riacho (TABR), ambos no Espírito Santo.

Em 2017, ele teve sua primeira experiência como candidato ao Conselho da Transpetro, quando ficou em terceiro lugar na disputa.

De lá pra cá, participou ativamente da Frente Parlamentar em Defesa da Petrobrás e como membro da Brigada Petroleira das lutas contra a privatização do Sistema Petrobrás.

Em recente entrevista ao Sindipetro Unificado de São Paulo, Homero (3000) reforçou seu compromisso com a defesa incondicional da Transpetro como empresa do Sistema Petrobrás e a luta em prol dos interesses dos trabalhadores. Leia aqui

Conheça suas propostas, acessando as páginas da campanha no Instagram e no Facebook

Para votar em Homero 3000, acesse o site http://cael.petrobras.com.br/. É só fazer o login e votar no candidato que te representará na Transpetro.

[FUP]

Publicado em Sistema Petrobrás

O deputado Estadual Elmano Freitas reuniu-se com os trabalhadores da Cegás na noite de hoje (02) e dialogou com a categoria sobre o o projeto de lei que garantirá um trabalhador eleito pela categoria nos conselhos de administração das companhias estaduais.

Na direita, Ernesto Luz, diretor do Sindicato Mova-se, representando as outras categorias

O projeto foi apresentado na sede do Sindipetro pois foi demandado pelos trabalhadores da Companhia de Gás do do Ceará (Cegás) e o Sindicato dos Petroleiros do Ceará e Piauí, mas além da Cegás, a lei também contemplará as categorias do Metrofor, Ceasa, Cogerh, CearáPortos, Cagece e Ematerce.

Segundo o deputado, o objetivo do projeto é que os trabalhadores possam ter informações essenciais para construção de um Acordo Coletivo de Trabalho mais transparente e que comecem a pensar o que fariam como se sentissem que realmente fariam parte do Conselho de administração das empresas. “É necessário que os trabalhadores conheçam com profundidade a empresa que trabalham”, disse.

Algumas questões de melhorias ao projeto foram levantadas na reunião e deverão ser acrescentadas à materia, que será enviada ao sindicato para análise de alguns pontos. Após isso, a matéria será apresentada na Assembleia dos deputados para tramitar em votação.

Fonte: Sindipetro-CE/PI

Publicado em SINDIPETRO-CE

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram