O Sindipetro Bahia enviou ofício à direção da empresa EBS abordando a necessidade de ser firmado o primeiro acordo coletivo que irá regrar o trabalho dos funcionários da empresa, deixando claro todos os seus direitos e deveres.

Apesar de já estar operando na Bahia nas atividades de perfuração, produção e cimentação de poços de petróleo e gás natural, a EBS ainda não discutiu com o Sindipetro Bahia o Acordo Coletivo de Trabalho.

O sindicato quer definir uma agenda de reuniões com a empresa para firmar o ACT e as condições de trabalho dos funcionários a serem praticadas no estado da Bahia

Clique aqui para ler o ofício enviado à EBS

[Da imprensa do Sindipetro Bahia]

Publicado em Setor Privado

No próximo dia 10, haverá assembleia on line dos trabalhadores e trabalhadoras da Schlumberger para apreciar a proposta de ACT 2020/2022 apresentada pela empresa. O Sindipetro-NF convoca a categoria a participar em peso às 16h dessa atividade importante para das andamento à Campanha Salarial. Veja edital abaixo: 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL

O Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense – SINDIPETRO – NF, vem convocar os empregados da empresa Schlumberger Serviços de Petróleo Ltda, lotados em sua base sindical, (Bacia de Campos, Macaé, Campos, Rio das Ostras e região) para Assembleia Geral, a ocorrer por meio virtual, via aplicativo Zoom, no dia 10 de fevereiro de 2021, às 16h primeira convocação e às 16h15 segunda convocação, para a apreciação e votação da seguinte pauta:

  • Votação da proposta de Acordo Coletivo de Trabalho para o período 2020/2022

Macaé, 05 de fevereiro de 2021

Eider Cotrin Moreira de Siqueira

Diretor Setor Petróleo Privado Sindipetro-NF

[Do Sindipetro-NF]

Publicado em Setor Privado

O Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense convoca os trabalhadores e trabalhadoras da KN Açú para assembleia marcada para esta terça-feira, 26, às 16h, em primeira convocação e às 16h15, em segunda convocação.

A reunião será realizada pelo aplicativo zoom e os participantes devem se inscrever antecipadamente pelo link: https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZ0lceCuqjsiHtGYNls5EDW-bnOxhHA_gVFI

Na pauta será discutida a representação do Sindipetro-NF e o Acordo Coletivo de Trabalho 2020 apresentado pela empresa. Veja edital abaixo:

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL

 

O Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense – SINDIPETRO – NF, vem convocar os empregados da empresa KN ACU SERVICOS DE TERMINAL DE GNL LTDA, lotados em sua base sindical (Bacia de Campos, Macaé, Campos, Rio das Ostras e região) para Assembleia Geral, a ocorrer por meio virtual, via aplicativo Zoom, no dia 26 de janeiro de 2021, às 16h primeira convocação e às 16h15 segunda convocação, para a apreciação e votação da seguinte pauta:

1 – Representação do Sindipetro-NF- Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

2 – Apreciação e votação da proposta do Acordo Coletivo de Trabalho 2020 apresentada pela empresa.

Macaé, 22 de janeiro de 2021

Eider Cotrin Moreira de Siqueira

Diretor do Setor Petróleo Privado Sindipetro-NF

[Do Sindipetro-NF]

Publicado em Setor Privado

Petroleiros e petroleiras da Baker Hughes /GE terão assembleia no próximo dia 19/01 para avaliarem a proposta de ACT 2020/2022.

A assembleia ocorrerá virtualmente, através da plataforma Zoom. As inscrições podem ser feitas através do link https://us02web.zoom.us/meeting/register/tZwkce6srzooEtRwOEf_al_5_jvisIj_qYFD .

Após a inscrição, maiores informações sobre como acessar a assembleia serão passadas ao email inscrito.

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLÉIA GERAL

 

O Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense – SINDIPETRO – NF, vem convocar os empregados da empresa Baker Hughes / GE, lotados em sua base sindical (Bacia de Campos, Macaé, Campos, Rio das Ostras, e região) para Assembléia Geral, a ocorrer por meio virtual, via aplicativo Zoom, no dia 19 de janeiro de 2020, às 16h primeira convocação e às 16h30 segunda convocação, para a apreciação e votação da seguinte pauta:

  1-   Apreciação e votação da proposta de Acordo Coletivo de Trabalho 2020/2022. 

  

Macaé, 15 de janeiro de 2021

    

Eider Cotrim Moreira de Siqueira

Coordenador do Setor Petróleo Privado Sindipetro-NF

Publicado em Setor Privado

Ao que parece o acordo firmado pela Petroreconcavo S.A com a Prefeitura de Mossoró em contratar mão de obra local foi “só de boca”. Isso porque a produtora de petróleo da Bahia não possui no seu quadro de funcionários, trabalhadores do RN, de acordo com denúncia colhida pelo SINDIPETRO-RN.

De acordo com à denúncia realizada por trabalhadores do setor de petróleo e gás, que estão desempregados, a substituta da Petrobrás na operação dos campos potiguares “só contrata gente de fora”.

Em audiência pública realizada em Mossoró, na data de 11 de julho de 2019, o CEO da Petroreconcavo S.A, Marcelo Magalhães, o empresário criou expectativas com novas contratações.

“Aproveitamos essa oportunidade aqui pra reforçar o nosso compromisso em investir na cidade. Nosso objetivo é contratar mão de obra local e sabemos que aqui temos pessoas qualificadas na área. Já começamos as contratações e estamos recebendo currículos, inclusive em parceria com a prefeitura, para recrutar essas pessoas”, disse.

Essa declaração foi publicada no site da Prefeitura, e depois de um ano, a diretoria do SINDIPETRO-RN só enxerga o aumento do desemprego no Estado, que já foi o maior produtor de petróleo em terra do país, com mais de quinze mil empregos públicos e terceirizados só em 2011.

“Estamos cansados de promessas vazias. O poder público local foi conivente com a promessa de que a venda dos campos da Petrobrás traria mais emprego, não é o que acontece. Em 2013 nós tínhamos 11. 250 trabalhadores terceirizados, até junho de 2020 esse número caiu para 4.704, e continua caindo. Um verdadeiro desrespeito com o povo”, explica o diretor da FUP e secretário-geral do SINDIPETRO-RN, Pedro Lúcio.

O dirigente também cobrou explicações da Potiguar E&P sobre a contratação trabalhadores do Estado. Em nota a empresa respondeu que possui hoje 85% de mão de obra local, e 15% de mão de obra transferida.

A empresa ainda explica que a sonda de perfuração que está atuando em seus campos, pertence a Petroreconcavo S.A, sendo dever dela efetuar as contratações do seu grupo de funcionários.

Ato Público: na próxima quinta-feira, 17, às 7 horas, o sindicato dos petroleiros fará um ato público na praça do PAX em Mossoró para denunciar o abandono do poder público com trabalhadores do setor de petróleo e gás. O protesto deve reunir diversos trabalhadores desempregados, sindicalistas e movimentos sociais.

[Da imprensa do Sindipetro-RN]

Publicado em Setor Privado

Os trabalhadores e trabalhadoras da Falcão Bauer tem assembleia geral convocada para quarta, 16, às 19h, para avaliar a Proposta de Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2021 apresentada pela empresa. Como se tornou uma prática normal durante a pandemia, essa assembleia será através da plataforma Zoom, podendo se inscrever através deste link, clicando aqui.

Os trabalhadores das plataformas terão de 15  a 17 de dezembro de 2020, para realização de assembleias com o retorno das atas até o dia 18 de dezembro. 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL

O Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense – SINDIPETRO – NF, vem convocar os empregados da empresa L.A. Falcão Bauer C.T.C.Q.Ltda, lotados em sua base sindical (Bacia de Campos, Macaé, Campos, Rio das Ostras, e região) para Assembleia Geral, a ocorrer:

Por meio virtual, via aplicativo Zoom, através do link https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_1gfyrVlBQQORY4Fb60Eu9g , no dia 16 de dezembro de 2020, às 19h primeira convocação e às 19h30 segunda convocação;

E nas plataformas, de 15 de dezembro de 2020 a 17 de dezembro de 2020, com retorno das atas até o dia 18/12/2020

Para a apreciação e votação da seguinte pauta:

Proposta de Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2021 

Macaé, 11 de dezembro de 2020.

Eider Cotrim Moreira de Siqueira

Coordenador do Setor Petróleo Privado SINDIPETRO-NF

Publicado em Setor Privado

Os trabalhadores da PetroReconcavo e o Sindipetro Bahia festejam os avanços nas negociações que levaram à aprovação do fechamento do Acordo Coletivo desses trabalhadores do setor privado, após assembleia virtual que aconteceu na noite da segunda-feira (7).

Mesmo diante de uma conjuntura econômica e política difícil em que muitas categorias estão tendo dificuldade para fechar bons acordos, os trabalhadores da PetroReconcavo conquistaram avanços significativos como um reajuste salarial de 2,44% retroativo a setembro. O mesmo percentual (inflação do período acumulada medida pelo IPCA) será aplicado aos tickets refeição e alimentação. O primeiro passará a ter o valor de R$33,45 por ticket (diário) e o segundo será de R$ 579, 89, mensal.

Outra grande conquista foi a adoção do Plano nacional de Saúde Bradesco, na modalidade apartamento para os titulares e dependentes. Também foi negociada a redução da coparticipação dos trabalhadores no pequeno risco de 25% para 20%.

Além do pagamento de hora extra a 100% para os trabalhadores de turno que forem convocados em suas folgas pela empresa.

O Sindipetro Bahia e o Sindipetro Rio Grande do Norte conseguiram que esse mesmo Acordo, aprovado na Bahia, seja aplicado no Rio Grande do Norte, o que o torna um ACT nacional.

Foi aprovado também o pagamento de uma taxa assistencial de 1% sobre o salário básico para cobrir as despesas com a campanha reivindicatória.

A PetroReconcavo é a maior operadora privada em operação na Bahia,em número de trabalhadores e em produção de petróleo e gás.

Com um histórico de boa e constante atuação no setor privado, O Sindipetro Bahia está dando continuidade à negociação dos outros acordo do setor.

[Da imprensa do Sindipetro Bahia]

Publicado em Setor Privado

Os trabalhadores da Bureau Veritas (BV) ganharam de presente de Natal a sua demissão.  Isso porque a Petrobrás adiantou o fim do contrato da BV exatamente para o dia 25/12. O Sindipetro-NF fi informado que todos já estão de aviso prévio.

A contradição é que a atual gestão Bolsonarista da Petrobrás usa o discurso de que está fazendo de tudo para que as pessoas fiquem bem durante a pandemia.

A diretoria do Sindipetro-NF repudia mais essa atitude da empresa que coloca pessoas na rua, ao invés de manter seus empregos em tempos tão difíceis para as pessoas e para o país.

Demissões em julho

No início de julho o Sindipetro-NF noticiou uma outra demissão por conta da desmobilização de um contrato que envolvia 430 trabalhadores de nível técnico, em regimes onshore e offshore.

[Da imprensa do Sindipetro-NF]

Publicado em Setor Privado

A diretoria o SINDIPETRO-RN não para! Com muito dialogo e reponsabilidade, trabalhadores e trabalhadoras da PERBRAS aprovaram por unanimidade a contraproposta do Acordo Coletivo de Trabalho 2020/2021. A decisão foi tomada em assembleias deliberativas presenciais realizadas no Alto do Rodrigues e Mossoró em 1º de dezembro.

A categoria seguiu o encaminhamento de aprovação apresentado pela direção do sindicato na última proposta apresentada pela empresa. Foram vários dias de negociação com a direção da PERBRAS para garantir um ACT que respondesse minimamente os anseios da categoria.

Na proposta aprovada, seguem ritos específicos para cada contrato da empresa no Estado. Para o contrato do Alto do Rodrigue, foi aprovado o pagamento de abono salarial equivalente a 50% do salário base, em parcela única no dia 22 de dezembro.

Também foi assegurada a Incorporação de 50% da produtividade aos salários dos companheiros a partir de janeiro 2020. Ainda neste fim de ano a categoria vai receber uma cesta natalina no valor de R$ 100,00 a ser paga no dia 22/12.

Os trabalhadores de Mossoró também conquistaram o pagamento do abono salarial seguindo as mesmas regras apresentada no Alto do Rodrigues.  Neste contrato será implantado um programa de metas que beneficiará os trabalhadores em até 20% do salário base. A empresa informa que o programa iniciará em janeiro de 2021. A cesta natalina no valor de R$100,00 também será paga em dezembro para os companheiros deste contrato.

As sessões deliberativas foram mediadas pelo coordenador geral do SINDIPETRO-RN, Ivis Corsino e pelos diretores, Eufrásio Paulino, José Araújo e Manoel Assunção. Para participar das assembleias é exigido o uso de máscara e manter o distanciamento social afim de evitar uma possível contaminação da COVID 19.

Sindicalização: durante as sessões foram realizadas novas sindicalizações dos trabalhadores ao SINDIPETRO-RN. Os trabalhadores optaram em contribuir com a luta do Sindicato dos Petroleiros e Petroleiras do Rio Grande do Norte. Essa iniciativa mostra a confiança que a categoria tem com atual gestão da entidade.  Avante, companheiros e companheiras!

[Da imprensa do Sindipetro-RN | Fotos: Sindipetro-RN]

Publicado em Setor Privado

Os trabalhadores da Elfe Operação e Manutenção S.A. denunciaram que a empresa continua atrasando o pagamento das parcelas do acordo firmado da rescisão dos demitidos em dias 27 de março e 01 de abril deste ano. O parcelamento foi acordado em ACT para ser feito em 12 vezes, sem consultar a categoria.

Novamente o Departamento Pessoal da Elfe informou que estão liberando os pagamentos de acordo com o fluxo de caixa, nos dias 15 e 24, mas os trabalhadores estão revoltados, porque o acordo era pagar todos no dia 15 e muitos contam com o dinheiro para viver.

No dia 26 de agosto, o Sindipetro-NF já havia denunciado a mesma situação. Apesar de não representar os empregados da Elfe a entidade apoia a luta dos trabalhadores e acompanha esse caso. “Mais uma vez a Petrobras se omite diante do sofrimento dos trabalhadores terceirizados que são os que mais sofrem quando há o fim de um contrato. O que o NF pode fazer é apoiá-los” – comenta o Coordenador do Sindipetro-NF, Tezeu Bezerra. 

CLÁUSULA QUINTA – PARCELAMENTO DO VALOR DE EVENTUAL RESCISÃO

Diante da crise a ser enfrentada em razão da pandemia, permite-se, que as verbas rescisórias oriundas das rescisões de contrato de trabalho durante a vigência deste ACT e aquelas realizadas a partir de 20 de março de 2020, bem como as ocorridas nos 2 (dois) meses subsequentes à extinção deste instrumento, poderão ser parceladas em até 12 (doze) parcelas mensais e sucessivas, sem o pagamento da multa prevista do art. 479 da CLT, para os casos término antecipado do contrato de trabalho por prazo determinado, bem como não haverá incidência das multas dos arts. 467 e 477 da Consolidação das Leis do Trabalho e das demais multas contidas nas normas coletivas de trabalho, por se tratar de atos excepcionais.
Parágrafo Primeiro: Nenhuma parcela a ser paga aos trabalhadores será inferior a R$ 500,00, sendo observado o parcelamento de acordo com o referido valor.
Parágrafo Segundo: O vencimento das parcelas ocorrerá todo dia 15, com início em 15/04/2020 para os trabalhadores já dispensados nos dias 27/03 e 01/04/2020.
Parágrafo Terceiro: O pagamento das primeiras parcelas das rescisões eventualmente realizadas após a assinatura do presente acordo observará o seguinte cronograma:
Parágrafo Quarto: As parcelas a partir da segunda seguirão o cronograma de pagamento no dia 15 ou 1º dia útil subsequente.
Parágrafo Quinto: No cálculo do pagamento serão incluídos os valores devidos a título de saldo de salário, verbas rescisórias (13º e férias proporcionais, aviso prévio, saldo de banco de horas, eventuais férias vencidas).
Parágrafo Sexto: A multa fundiária será depositada, à vista, na conta vinculada do trabalhador, até o vencimento da primeira parcela, na forma do §2º do artigo 18, da Lei 8036/90.
Parágrafo Sétimo: A acordante se compromete a apresentar planilha com indicação dos valores das rescisões, número de parcelas e data do pagamento da 1ª parcela, conforme ajustado nos parágrafos acima”.

[Imprensa do Sindipetro-NF]

Publicado em Setor Privado
Página 1 de 4

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.