Você sabia que a FUP tem parcerias com canais da mídia alternativa, com programas semanais ao vivo no YouTube, onde são debatidos os mais diversos temas? Vale a pena conferir, assinar os canais e acionar o sininho na plataforma.

Nesta quarta, 03, o programa  Invisível – Além do petróleo, que estreou semana passada no canal da TV 247, receberá o petroleiro Tiago Franco, dos coletivos LGBT da FUP e da CUT-SP, em uma conversa com Élida Elena, vice-presidenta da UNE, e Kelvin Nicolas, da Direção Estadual do MST-SP e do Coletivo Nacional LGBT Sem-Terra. Eles vão falar sobre lutas por soberania e liberdade no Brasil, abordando a parceria histórica de suas entidades nas grandes questões nacionais, como a defesa da Petrobrás, bem como a importância de combater a opressão e a violência estruturante da sociedade. O programa conta com a mediação das jornalistas Dafne Ashton e Andréa Trus e vai ao ar todas as quartas, às 14h. Veja abaixo o link: 

Na quinta-feira, é o dia do já tradicional Fórum Sindical, programa semanal que a FUP e o Sindipetro-NF realizam em parceria com a Revista Fórum, com debates e análises de temas da realidade brasileira, sob a ótica dos trabalhadores. O programa vai ao ar sempre às 20h,  mediado pela jornalista Maria Frô e com a participação de um trabalhador ou trabalhadora da indústria de petróleo. Esta semana, haverá uma edição especial voltada para a temática das mulheres. A filósofa, artista visual, escritora e professora da Paris 8, Marcia Tiburi, será entrevistada pela petroleira Bárbara Bezerra, antropóloga e diretora do SindipetroNF; pela vereadora Liana Lins (PT/Recife), que é professora de Direito da UFPE, e pela ativista feminista Laura Astrolabio, advogada especialista em direito público, co-criadora da Tenda das Candidatas e articuladora política do movimento Mulheres Negras Decidem. Veja abaixo o link:

Além destes canais parceiros, a FUP também tem uma programação semanal em seu canal no YouTube, onde toda quinta-feira pela manhã recebe convidados para tratar de questões relacionadas à seguridade social dos trabalhadores. O programa Seguridade e Cidadania é mediado pelo diretor da FUP, Paulo César Martin, com debates semanais sobre questões como Petros e AMS, a partir das 10h.Veja abaixo o link:

Conheça também a parceria da FUP com a revista Carta Capital e adquira já a sua assinatura com descontos exclusivos para os petroleiros e petroleiras. Saiba mais aqui.

Publicado em Movimentos Sociais

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.