FUP reúne petroleiros em ações voluntárias para alertar a sociedade sobre demissões e transferências que estão sendo realizadas pela Petrobrás

Nesta segunda-feira, dia 25, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) irá mobilizar os trabalhadores do setor de petróleo para doarem sangue, em virtude do Dia Nacional de Doação de Sangue. A ação faz parte das mobilizações solidárias nacionais, que vão ocorrer até o dia 29 de novembro e que têm o intuito de chamar a atenção da sociedade sobre os riscos da atual política de demissões e transferências em massa e de venda de ativos da Petrobrás para o bolso do consumidor, para o meio ambiente e para os trabalhadores em geral.

A mobilização, que tem como mote a #petrobrasnaveia, acontecerá inicialmente na Cinelândia, no centro do Rio de Janeiro, no Hemocentro Unicamp, em Campinas (SP), no Hemoba, em Salvador (BA), no Hemope, em Recife (PE) e no Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba (PR). No Rio, ônibus trarão petroleiros de vários pontos do estado para doar sangue – já está confirmada a presença de pelo menos 100 trabalhadores. Já em Salvador, os petroleiros sairão do Polo de Camaçari e de outros pontos da região metropolitana em direção ao banco de sangue. Outras cidades também estão se mobilizando para movimentar suas agendas no decorrer da semana.

Na terça-feira (26/11), a mobilização irá ocorrer em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Os petroleiros vão se dirigir ao Aeroporto do Farol de São Tomé para doarem sangue em um ônibus cedido pelo Hemorio. Ações similares serão realizadas durante toda a semana em outras cidades do país, como Curitiba, no Paraná.

A campanha #petrobrasnaveia está nas redes sociais para chamar a atenção da população para o desmonte da Petrobrás, e adota a cor laranja, a mesma dos macacões dos petroleiros da companhia.

Pleitos

A FUP anunciou a mobilização por tempo determinado (5 dias), sem comprometimento do abastecimento de petróleo e combustíveis do País, para cobrar da Petrobrás o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que foi mediado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Além de demissões e transferências em massa, a diretoria da Petrobrás incluiu metas de segurança, saúde e meio ambiente (SMS) como critérios para pagamento de bônus e concessão de vantagens. Tais ações, além de ferir cláusulas do acordo, podem atingir diretamente interesses da sociedade, por aumentarem o desemprego e precarizarem as condições de trabalho nas instalações da companhia, aumentando o risco de acidentes. Além disso, a atual política de preços da Petrobrás vem prejudicando o consumidor, promovendo constantes aumentos no preço dos combustíveis, o que deverá ser ampliado com a venda de ativos importantes da empresa, como as refinarias.

SERVIÇO

Mobilização Petroleiros - Dia Nacional de Doação de Sangue

Data: segunda-feira, 25/11

Locais:

  • Cinelândia - Praça Floriano – Centro, Rio de Janeiro 

Horário: 8 às 12h 

  • Hemocentro Unicamp - Universidade Estadual de Campinas - R. Carlos Chagas, 480 - Cidade Universitária, Campinas – SP

Horário: 8 às 12h 

  • Hemoba - Ladeira do Hospital Geral, S/N - Brotas, Salvador, Bahia

Horário: 8h às 12h 

  • Hemope - R. Joaquim Nabuco, 171 - Graças, Recife, Pernambuco

Horário: A partir de 10h 

  • Hospital Erasto Gaertner - R. Dr. Ovande do Amaral, 201 - Jardim das Américas, Curitiba, Paraná

Horário: A partir de 10h 

Mobilização Petroleiros – Campos (RJ)

Data: terça-feira, 26/11

Horário: 8 às 12h

Local: Aeroporto do Farol de São Tomé – Rodovia RJ-216, 56, Campos dos Goytacazes – RJ


Contatos para a imprensa:

José Maria Rangel - (22) 98123-1875

Deyvid Bacelar - (71) 99977-8405


[Arte: Sindipetro Duque de Caxias]

Publicado em Sistema Petrobrás

O Sindipetro-NF convida toda categoria petroleira em greve a participar de uma ação solidária de doação de sangue nesta segunda, 25. É hora de mostrar para população brasileira que a força de nossa luta está no sangue.

Para doar basta comparecer as unidades de coleta de sangue, apresentar documento com foto. Menores de 18 anos só podem doar com o consentimento formal dos responsáveis. Compareçam ao hemocentro de sua cidade. O NF incentiva que a doação não aconteça apenas no dia 25, mas que se estenda durante toda semana.

Essa atividade faz parte da paralisação das atividades da categoria petroleira que acontece de 25 a 29 de novembro para exigir da Petrobrás o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que foi mediado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). Durante esse período, os petroleiros vão promover ações para alertar a sociedade sobre os riscos da política de demissões em massa e transferências que vem sendo aplicada pela atual diretoria da companhia.

Locais de Doação na região:

Hemocentro Macaé:

Localizado no Hospital São João Batista

Rua Dr. Bueno, 40 – Imbetiba, Macaé – RJ,

De segunda a sexta

Das 7h30 às 11h30

 Telefone: (22) 2796 – 1756

Capacidade: 25 pessoas por dia

 

Hemocentro Campos dos Goitacazes

Localizado no Hospital Ferreira Machado

R: Rocha Leão, 2 – Caju, Campos dos Goytacazes.

Todos os dias, inclusive aos sábados e domingos.

De: 07h às 18h

Telefone: (22) 98175-0568

*Capacidade: 100 pessoas por dia

 

Quem pode doar?

  • Pessoas entre 16 e 69 anos de idade que estejam pesando mais de 50 kg
  • Pessoas que estejam gozando de bom estado de saúde e que sigam os seguintes passos:
  • Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue: Caso seja após o almoço, aguardar 3 horas. Após o café da manhã, tomar somente café puro com biscoitos;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos;
  • A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para os homens e três doações para as mulheres;
  • E, o intervalo mínimo entre uma doação e outra é de dois meses para os homens e três meses para as mulheres;

Quem não pode doar? 

  • Ter passado por um quadro de hepatite após 11 anos de idade;
  • Evidência clínica ou laboratorial de doenças transmissíveis pelo sangue(Hepatite B e C, AIDS, doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doenças de Chagas);
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  • Malária

Impedimentos Temporários: 

  • Estar gripado, resfriado e com febre (aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas)
  • Estar em período gestacional ou pós-gravidez (90 dias);
  • Estar em período de amamentação ( Até 12 meses após o parto);
  • Ingestão de bebida alcóolica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem ou piercing nos últimos 12 meses;
  • Extração dentária;
  • Apendicite, hérnia. Amigdalectomia, varizes: 3 meses
  • Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismo sem sequelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;
  • Transfusão de sangue: 1 ano;
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
  • Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;
  • Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).

[Via Sindipetro-NF]

Publicado em Cidadania

Toda solidariedade aos petroleiros da MontevideoGas

 A FUP e seus sindicatos manifestam total solidariedade aos petroleiros da distribuidora de gás natural do Uruguai, a MontevideoGas, cuja concessão pertence à Petrobrás. Os trabalhadores estão enfrentando demissões e retirada de direitos, em função do desmonte que a empresa brasileira está promovendo no setor de gás do país vizinho.

Sem negociação com o sindicato local, a Petrobrás anunciou nesta quinta-feira, 09, pela imprensa uruguaia a demissão de sete empregados. Em março, outro trabalhador da MontevideoGas já havia sido demitido e 20 foram encaminhados para o seguro desemprego.

Segundo a Unión Autónoma de Obreros y Empleados de la Compañía del Gas (Uaoegas), gestores locais da Petrobrás teriam comunicado a intenção de demitir 37 trabalhadores.

O pacote de venda de ativos, aprovado pelo Conselho de Administração da empresa no dia 26 de abril, inclui a saída do setor de distribuição de gás do Uruguai.

Para protestar contra as demissões e a precarização das condições de trabalho, três empregados da MontevideoGas estão em greve de fome desde o dia primeiro de maio.

 O sindicato uruguaio vem denunciando as ações antissindicais da Petrobrás e os ataques contra os direitos da categoria desde o ano passado.  Entre outubro e novembro, 21 trabalhadores da MontevideoGas realizaram uma greve de fome por 25 dias para garantir o acordo de trabalho, sem perdas de direitos, nem demissões. A Petrobrás descumpriu o acordo, levando os petroleiros a uma série de mobilizações em março e em abril.

Esta semana, a Fancap, federação dos trabalhadores da empresa estatal de energia do Uruguai (Ancap), anunciou que poderá cortar o fornecimento de combustível para postos da Petrobrás e para um aeroporto, em retaliação às demissões feitas pela empresa.  

A Uaoegas já chegou a cobrar o fim da concessão que a estatal brasileira tem sobre a distribuição de gás natural no Uruguai, acusando a petrolífera de atuar de forma predatória no país, interessada apenas em lucros, sem responsabilidade social e impondo preços exorbitantes aos consumidores. Ainda segundo o sindicato, desde que a Petrobrás chegou ao Uruguai, o número de consumidores caiu de 45 mil para 38 mil e a empresa se recusa a discutir um plano de reestruturação do setor com os representantes dos trabalhadores e com o governo.

A FUP e seus sindicatos manifestam solidariedade integral aos companheiros uruguaios, que, assim como os petroleiros brasileiros, denunciam os prejuízos que os consumidores e trabalhadores enfrentam quando recursos energéticos são controlados por gestores privados, sem qualquer compromisso com os interesses do povo e a soberania nacional.  

A luta dos petroleiros uruguaios em defesa da soberania energética é a mesma dos brasileiros.

[FUP]

Publicado em Sistema Petrobrás

É com pesar que a Federação Única dos Petroleiros comunica o falecimento do ex-presidente do Sindipetro-MG, Márcio Nicolau Machado, vítima de um acidente de carro na manhã desta quarta-feira (6) na BR-381, em Nova Era, na região central de Minas Gerais.

O Sindipetro informou que, além dele, a esposa e outras três pessoas que estavam no veículo também morreram no acidente.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo saiu da pista e caiu em um rio por volta de 8h15. O acidente aconteceu na altura do km 315 e ainda não há informações sobre o sepultamento das vítimas.

Marcio Nicolau participou da diretoria do Sindipetro MG entre 1982 e 2005, sendo presidente da entidade entre 1990 e 1998.

A diretoria da FUP lamenta profundamente a perda do companheiro, que esteve presente nas principais lutas da categoria petroleira.

Querido e estimado por todos, Márcio parte prematuramente e deixa como legado uma vida inteira dedicada às lutas em defesa dos direitos dos trabalhadores e das causas sociais.

O sepultamento será nesta sexta-feira, 08, às 09h, no Cemitério Renascer, em Belo Horizonte.

Manifestamos nossa solidariedade aos familiares nesse momento tão difícil. 

Márcio Nicolau, presente! Hoje e sempre!

Federação Única dos Petroleiros - FUP

Publicado em Movimentos Sociais

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram