Às vésperas da eleição para renovação da diretoria do Sindipetro Ceará/Piauí, a oposição tentou, mais uma vez, desrespeitar a democracia e a autonomia sindical, tentando no tapetão impedir a votação, que começa nesta quarta-feira, 15.  

Impugnada por unanimidade pela Comissão Eleitoral, por descumprir o Estatuto do Sindipetro, ao apresentar documentação incompleta e candidato que não é filiado à entidade, a Chapa 2 recorreu à Justiça do Trabalho para suspender a eleição e teve o recurso negado.

O juiz da 17ª Vara do Trabalho de Fortaleza foi veemente em sua decisão: “A presente insurgência não se baseia no fato de que a documentação foi apresentada conforme determinado pelo Estatuto, mas sob o argumento de que não recebeu nova oportunidade para complementação dos documentos necessários. Ora, não havendo previsão específica para tanto no Estatuto, e considerando que agiu de modo razoável a Comissão Eleitoral, não se vislumbra robustez suficiente para determinar a suspensão do pleito, bem como para garantir a participação da Chapa ora pleiteante”.

Apesar da tentativa de golpe da oposição, a eleição está mantida e a FUP convoca todos os petroleiros e petroleiras sindicalizados a referendarem a Chapa 1 - União, Trabalho e Luta, comparecendo às urnas nos dias 15, 16 e 17 de Janeiro.

Ao contrário dos integrantes da Chapa 2, que agem de forma irresponsável e leviana, tentando desqualificar as organizações sindicais e dividindo a categoria, a FUP buscou, junto com o Sindipetro-CE/PI, a construção de uma chapa unitária para fortalecer os trabalhadores nos enfrentamentos aos graves ataques do atual governo e dos entreguistas da Petrobrás. No entanto, não houve acordo por parte da oposição.

O momento que a classe trabalhadora brasileira está vivendo é extremamente grave e exige uma atuação sindical à altura dos desafios que estão postos. Fazemos, portanto, um chamado aos petroleiros e petroleiras do Ceará para que fortaleçam a unidade nacional da categoria nesse momento em que enfrentamos o maior ataque já visto contra o Sistema Petrobrás e os direitos dos trabalhadores.  

Participem da eleição e referendem a Chapa 1 - União, Trabalho e Luta.

[FUP]

Publicado em Movimentos Sociais

Nota de agradecimento à categoria petroleira 

Finalizado o processo eleitoral, a Chapa 1 – Unidade Nacional, foi reeleita para a gestão do SINDIPETRO PE/PB. As votações foram finalizadas as 17h do dia 04/12 e as urnas seguiram para apuração, que foi finalizada as 22h.

A direção do SINDIPETRO PE/PB agradece a todos e todas os/as trabalhadores/as que compareceram às urnas e, mais uma vez, depositaram sua confiança na entidade que, ao longo dos últimos anos, vem lutando em defesa da categoria petroleira. Eleita para o quadriênio 2020-2024, a entidade vem, por meio desta nota, reafirmar seu compromisso com a luta e com a categoria, em defesa dos direitos, dos postos de trabalho e contra a privatização da Petrobras.

Vamos todos/as unidos/as, construir as lutas que virão.

Juntos/as somos fortes!

[Via Sindipetro-PE/PB]

Publicado em SINDIPETRO-PE/PB

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram