Sexta, 08 Julho 2016 10:45

Petroleiros debatem tese nacional no segundo dia da Plenafup

A Plenária Nacional da FUP prossegue nessa sexta-feira, 08, na cidade de Campos, no Norte Fluminense, com a presença de 150 petroleiros de todo o país. Pela manhã, os trabalhadores discutem a tese nacional, que irá embasar os debates da Plenafup.

Logo depois terá início o segundo painel da Plenária, que tem como tema "Perspectivas de enfrentamento para resistir ao golpe jurídico e midiático no Brasil", com participação do deputado federal Wadih Damous, e dos jornalistas Laura  Capriglione, do coletivo Jornalistas Livres, e Paulo Moreira Leite, diretor do portal de notícias Brasil 247 e autor dos livros "A outra história da Lava-Jato: uma investigação necessária que se transformou numa operação contra a democracia" e "A outra história do Mensalão: as contradições de um julgamento político"

Conheça aqui as resoluções dos congressos regionais e as teses das forças políticas da FUP.

Acompanhe a programação da 6ª Plenafup:

Sexta-feira - 08 de julho

10h - Painel 2- Perspectivas de enfrentamento para resistir ao golpe jurídico e midiático no Brasil

Debatedores:  Deputado Federal Wadih Damous, Laura  Capriglione, do coletivo Jornalistas Livres, e Paulo Moreira Leite, diretor do portal de notícias Brasil 247 e autor dos livros "A outra história da Lava-Jato: uma investigação necessária que se transformou numa operação contra a democracia" e "A outra história do Mensalão: as contradições de um julgamento político"

14h - Painel 3- O golpe é contra o trabalhador: Como enfrentar os ataques aos direitos e conquistas sociais dos trabalhadores?

Debatedores:  Alysson de Sá Alves, do DIAP, Roni Anderson, da CUT, e Normando Rodrigues, assessor jurídico da FUP

Sábado - 09 de julho

09h - Painel 4- A defesa do pré-sal e da Petrobrás como motor do desenvolvimento nacional e de resistência ao projeto neoliberal

Debatedores: representantes da FUP no GT Pauta pelo Brasil, Pedro Celestino, do Clube de Engenharia, e Gilberto Cervinski, da Coordenação Nacional do MAB

12h - Reuniões das forças políticas

15h - Plenária de discussão da pauta da categoria e calendário de lutas

19h - Solenidade de encerramento

Domingo - 10 de julho

Retorno das delegações

Fonte: FUP